Direto da fonte

Por favor, votem

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2010 | 00h00

Existe grande preocupação entre integrantes da coligação Serra em relação ao índice de abstenção no domingo. Segundo Indio da Costa, pesquisas indicam que do total dos que deixaram de votar no primeiro turno, dois terços teriam optado pelo candidato tucano.

A torcida é por chuva pelo Brasil no fim de semana, desestimulando o eleitor a viajar. Combinaram com São Pedro? "Já viu índio não fazer chover?", brincou durante voo Rio-São Paulo, domingo. Indio da Costa não foi reconhecido pelo efetivo da TAM nem por boa parte dos passageiros. Em gesto raro em se tratando de políticos, tampouco se "auto-anunciou" se comportando como passageiro comum.

Votem 2

A ansiedade da oposição tem endereço: em uma das mãos, Indio portava pesquisa da GPP - instituto formado por profissionais oriundos da Unicamp - mostrando empate técnico entre Dilma e Serra.

Em outra, um artigo de 2006 escrito por dois renomeados pesquisadores, debatendo a eficácia das pesquisas feitas por meio de cotas quando, reconhecidamente, o melhor é o sistema aleatório - menos usado por ser mais caro e demorado.

Gasparzinho?

Em lugar de luz, há um condomínio no fim do túnel que Kassab planeja construir na Sena Madureira para dar acesso à Imigrantes. Segundo o traçado da Prefeitura, a obra engolirá cinco casas de um residencial. E a área de lazer de outro em construção. O que mais preocupa os advogados dos moradores é a promessa de não haver desapropriações.

As casas e o prédio simplesmente não aparecem no mapa da Prefeitura... Em audiência pública, que acontece quinta, pretendem provar que as construções existem, sim.

Contra-ataque

Começaram ontem série de reuniões, em Paris, entre familiares da Hermès com objetivo de blindar a marca contra Bernard Arnault.

Os acionistas controladores acordaram sábado, com a notícia de que LVMH conseguiu 17% de participação na Hermès em silencioso take-over, segundo fonte francesa envolvida. Os descendentes da Hermès têm 72% da empresa. Isto é, o agressivo Arnault abocanhou mais da metade das ações "livres" na Bolsa de Paris.

A exemplo da Bvlgari e Chanel, a Hermès resiste: é das poucas marcas top internacionais ainda controlada por fundadores.

A grande família

Camilla Baeta Neves, ex-mulher do Amaury Ribeiro Junior, trabalhou três meses na área de comunicação da campanha de Dilma.

Saiu assim que Fernando Pimentel enfraqueceu.

Bola de ouro

Os grandes clubes não se incomodaram com a decisão do Cade vetando preferência da Globo na compra dos direitos do Brasileirão: acreditam que a concorrência pode elevar o pacote para os próximo três anos.

A última negociação rendeu aos times R$ 1,4 bilhão.

Carrapeta

Ícone da música sertaneja, Chitãozinho ataca pela primeira vez de... DJ.

Ao lado do guitarrista do Sepultura, Andreas Kisser, lança disco de seu filho Alison Lima. Hoje, no Inferno Club.

Na frente

Marcelo Odebrecht recebe hoje no lugar do pai, Emílio, medalha da qualidade em governança, pela International Academy for Quality. Hoje, no Sheraton Rio.

O Instituto Arte de Viver Bem distribui, a partir de amanhã, no Salão do Automóvel, cartilhas de prevenção ao câncer de mama.

Arnaldo Jabor comanda pré-estreia hoje de seu filme. No Cine Livraria Cultura.

Festa da revista Rolling Stone comemora hoje seu 4º aniversário. Na TW Eventos.

Amir Slama abre hoje primeira loja com seu próprio nome. Nos Jardins.

Tony Blair ficará no Hyatt.

Correção: José de Filippi Júnior não perdeu os direitos políticos. Venceu o processo em primeira instância e tem liminar que lhe garantiu disputar e ganhar eleição para deputado federal.

Buena de llorar!

Tudo ao mesmo tempo. Vinho, azeite, trufas, jamón...

Assim é o clima do Millesime Madri, reconhecido evento de gastronomia da capital espanhola. Pequenas cozinhas em estilo hight tech, montadas lado a lado, oferecem amostras do que há de mais refinado em termos de degustação. E uma nova tertúlia, que dura três dias, entrou em fase de pré-cozimento: acontece em março, na Daslu, uma versão paulistana.

"Não é uma feira de alimentos. Unimos chefs de vanguarda e da cozinha tradicional. Assim, os convidados podem experimentar um pouco de história e ainda conhecer o que existe de novas técnicas", conta Manuel Quintanero Jimenez, organizador do Millesime. E o que seria cozinha de vanguarda? Paco Roncero, discípulo de Ferran Adriá, tem a resposta na ponta da língua: "Não usamos as novas tecnologias por si só. São possibilidades de caminhos para se apresentar um prato. E por técnicas diferentes, entenda-se o uso de nitrogênio para fazer as clássicas "tapas", ou petiscos".

Não menos importante, representando a culinária tradicional, os amantes do jamón- o famoso presunto espanhol- "se vuelven locos". Florencio Sanchidián chega a cobrar mais de três mil euros para fazer o corte artesanal na casa de Brad Pitt e Angelina Jolie. É este é um dos estandes mais cobiçados do evento, onde há filas de espera para conseguir sua fatia do tira gosto - "bueno de llorar", como dizem os locais.

Para a edição brasileira, o desafio peculiar, até agora, tem sido encontrar a quantidade necessária de copos. Utiliza-se 20 mil taças por dia no Millesime...

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.