Direto da Fonte

Longe daqui

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2010 | 00h00

O Ministério Público Eleitoral pediu, anteontem, abertura de inquérito policial para apurar se houve crime eleitoral na Universidade de São Paulo.

Questiona manifestação feita dia 8, dentro da Faculdade de Direito do Largo São Francisco, pró-candidata do presidente Lula. O "Ato por Dilma Presidente" aconteceu em prédio público. E propaganda eleitoral, segundo a legislação, veta ações políticas em edifícios públicos.

Sob as ondas

Entrou areia nas negociações da Amil em sua tentativa de comprar o Hospital Samaritano no Rio. Mais precisamente, um "castelo" construído por médicos, Previ e Funcef.

Não se sabe se a maré da Amil vai levar o negócio.

Sal a gosto

O sonhado parque linear sobre o prolongamento da Av. Jornalista Roberto Marinho deve ficar salgado para os cofres públicos.

Só para desenvolver o plano e projetar a urbanização do novo trecho de avenida, o consórcio vencedor cobrará mais de R$ 21,8 milhões.

Cetro e coroa

Para comemorar os 70 anos de Pelé, o Santos anuncia hoje pela manhã a construção de uma praça, em frente ao estádio da Vila Belmiro.

No espaço serão erguidas esculturas, em tamanho natural, de todos jogadores que participaram do time de 62, responsável pelo primeiro título mundial do clube. No domingo, Neymar jogará contra o Grêmio Prudente com a camisa 70.

Enquanto isso, o Rei prefere ficar recluso com a família no seu sítio em Juquiá, SP.

Paraíso da música

As gravações do reality A Casa de Davi Moraes (nome provisório)terminaram. Com alguns resultados: Arnaldo Antunes compôs canção nova durante o programa, Frejat arrepiou nas dunas de triciclo motorizado e Maria Rita cantou ao pôr-do-sol.

Os moradores da praia de Jericoacoara agradecem.

Caso raro

Marcelino Freire esteve na casa do recluso Augusto de Campos essa semana. Foi convidá-lo para participar da quinta edição da Balada Literária, que acontece entre 18 e 21 de novembro. Surpresa: o poeta topou.

E ainda prometeu dar uma canja, durante o mesmo evento, durante show de seu filho Cid Campos.

De fora

Em meio a críticas, Heitor Martins recebeu carta algo confortadora de Glenn D Lowry, diretor do MoMa. Entre elogios, a frase "a Bienal de SP é um triunfo...".

A mão no bolso?

Lázaro Ramos apresenta o Prêmio BRAVO! de Cultura...de peito aberto. Sem camisa, receberá no palco da Sala São Paulo, segunda-feira, o premiado da categoria literatura Ferreira Gullar.

E ante seu eterno medo de avião, Gullar optou vir a São Paulo de carro. Tudo pelo mimo.

Equilíbriocambial

Armínio Fraga não espera grandes avanços durante o encontro de ministros e presidentes de banco centrais iniciado ontem na Coreia. A ideia de transformar o SDR (moeda virtual criada pelo FMI, composta de cesta de moedas diversas) em algo que possa vir a "substituir" o dólar como principal moeda de reserva no mundo deve ter fôlego curto. "Este tipo de coordenação é difícil. Veja o caso da Rodada de Doha, do Protocolo de Kyoto e mais recentemente, da regulação financeira internacional pós-crise", exemplifica o economista.

Adotar uma moeda virtual como o SDR e limitar o crescimento das reservas significaria que países aceitassem abrir mão de parte da sua soberania. " Essa proposta ressurgiu há dois anos por meio da China. Ela sugeriu trocar reservas por SDRs. Ninguém quis..."

Na visão do titular da Gavea Investimentos, os países continuarão a competir entre si, preservando cada qual, a sua moeda. "O mundo tem uma tendência a dar certo", brinca o reconhecido eterno otimista. Hoje, a China, do alto dos seus trilhões de reservas em dólares, se encontra no centro do furacão cambial internacional A China, é fato, avançou um pouco esta semana desvalorizando o yuan, o que tende a acalmar os mercados por um tempo. Para o ex-presidente do BC, se os países de primeiro mundo abrirem um pouco mais de espaço para os chineses na governança econômica global, eles poderiam, na outra mão, topar outros passos que restituam o equilíbrio cambial.

Para lembrar: Arminio Fraga é único brasileiro integrante do Group of Thirty, liderado por Paul Volcker, que discute questões ligadas ao sistema financeiro internacional.

Na frente

Mais compromisso na agenda de Tony Blair. Terça, toma café da manhã com Luís Álvaro, presidente do Santos, em SP.

A Claro faz festa terça, no Clube A. Para comemorar o sucesso do iPhone 4.

Tofer Chin foi convidado pela Brookfield para lançar o projeto Urban Gallery, que transforma tapumes em obras de arte. Segunda, na Avenida Faria Lima.

Mona Dorf autografa seu primeiro livro Autores e Ideias, Segunda, na Saraiva do Shopping Higienópolis

Ciro Lilla promove degustação com o produtor de vinhos Carlos Campolargo. Segunda, no Charlô.

Roberto Tibiriçá, da Sinfônica de Heliópolis, e Maria Bonomi estão entre os agraciados com a Ordem do Ipiranga. Segunda, no Palácio dos Bandeirantes.

A galeria Nara Roesler recebe, a partir de hoje, exposição da dupla Nelson Soares e Marcos Moreira.

Heinz Beck, Massimo Bottura e Yoshihiro Narisawa estão entre os que participam do Jantar da Terra, dentro da Semana Mesa São Paulo. Segunda-feira, no restaurante Dalva e Dito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.