Direto da Fonte

Universo em desencanto

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

29 de setembro de 2010 | 00h00

A uma semana das eleições, o promotor eleitoral Maurício Lopes compareceu ao plantão de fim de semana para tentar apresentar duas denúncias contra a candidatura de Tiririca - por ele ser supostamente analfabeto, o que o tornaria inelegível. "Não encontrei autoridades nem na Procuradoria Regional Eleitoral nem na Corregedoria do TRE, somente funcionários. Tive que deixar um protocolo, o que retarda o andamento do processo", contou à coluna. "Me desencanta ver o sistema judicial eleitoral agir assim, ainda mais na reta final."

Bota desencanto nisso.

Poltrona

Não é só o Brasil que vive da criação de conselho empresarial, como o montado por Lula. Em Xangai, na China, existe o conselho do IBLAC (International Business Leaders Advisory Council). Toma posse lá, dia 9, como único brasileiro convidado a participar, Roger Agnelli.

Na veia

Para quem está estranhando o inchaço de Dilma: a candidata está tomando cortisona por causa da torção no pé.

Plim, plim

Atrapalhado em seus últimos dias de campanha, Sérgio Guerra não programou ir ao debate na TV Globo. Está sendo convencido de que sua presença é importante.

Plim, plim 2

Depois de ter realizado o seu debate no domingo, concorrendo com o Fantástico, a Record resolveu tentar interferir na audiência da Globo. A emissora do bispo Edir Macedo marcou etapa eliminatória do reality show A Fazenda no mesmo horário do último confronto dos presidenciáveis amanhã.

Oficial

Kassab autorizou a montagem de fundo garantidor para a PPP da saúde prevendo, entre outras, a construção de três hospitais novos.

Verba? De R$ 150 milhões, no Orçamento de 2011 que será encaminhando hoje à Câmara.

Felicidade existe

Kassab, aliás, ainda preserva música de sua campanha eleitoral de 2008, como toque de seu celular: "Soooorria, meu bem, sorriiiiia". "É para lembrar da campanha vitoriosa", explica o prefeito.

Dito e feito

A subprefeitura de Pinheiros acabou lacrando a Pulsarte, no Alto de Pinheiros, por falta de alvará de funcionamento. A academia de dança recorrerá na Justiça.

Canja

Por essa os moradores de Paraisópolis e fãs de Billy Paul não esperavam: a estrela do soul cantou, a convite de Wanderley Nunes, ao vivo, na rádio comunitária da favela, domingo.

Back to the future

Mauro Salles está nos finalmentes de um novo livro. Mais precisamente, de poesias.

Vossos pandeiros

O Brasil não é novidade para Zubin Mehta. Sua paixão pelo País, segundo contou, começou em 82 quando desceu o Rio Araguaia.

Balacobaco árabe-israelense

Caetano Veloso arrancou suspiros, anteontem, no Centro da Cultura Judaica. Ao ler, a convite do israelense Izhar Patkin - seu amigo e vizinho de prédio em NY - o poema Violins, de Mahmoud Darwish, imprimiu entonação melódica ao texto árabe, encantando os 50 privilegiados que assistiram ao evento devidamente filmado. O vídeo, dirigido por Fernando Andrade e Monique Gardenberg, fará parte da mostra The Veil Suite, em cartaz no CCJ. Entre os comentários a favor, destacou-se o inglês perfeito do compositor.

Convidados do israelense, como Bruna Lombardi e Carlos Alberto Riccelli, interpretaram durante a filmagem uma "segunda" plateia "fake". Paula Lavigne, convocada a fazer parte da intervenção, soltou em alto e bom som: "Ah não, Izhar, eu não quero ficar aí porque hoje não estou me sentindo bonita".

Depois, acomodando-se na primeira fila da plateia verdadeira, a ex-mulher do artista se viu às voltas com uma fã estrangeira de Caetano que não parou de elogiar o compositor e de dar pitacos no espetáculo. "Gente, temos mais uma diretora aqui", ironizou a produtora, no comando da situação.

Tanto assim, que logo depois do músico interpretar pela quarta vez o poema, Lavigne encerrou a leitura: "Chega né, Caetano?". E fim de conversa, para tristeza geral do público. / MARILIA NEUSTEIN

Na frente

Luiz Felipe D''Avila, Nelson Ascher e Luiz Felipe Pondé participam de debate sobre o livro Aforismos, de Karl Kraus, durante lançamento, sexta. Na Livraria da Vila dos Jardins.

A Tiffany&Co promove o Petals for a Cause em prol do Projeto Guri. Amanhã, na loja do Shopping Iguatemi.

Rubens Barbosa e Pedro Parente palestram sobre administração pública e privada. Amanhã, no Sheraton WTC.

José Jantália, candidato a deputado estadual, explora a causa animal. Está fazendo campanha pelas ruas de São Paulo, a bordo de carro de som que emite cacarejos, latidos e mugidos. Os bichos, unidos, agradecem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.