Direto da fonte

Direto de Londres

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2010 | 00h00

Boa parte da comunidade brasileira no Reino Unido informa: respira aliviada com a saída do embaixador do Brasil em Londres, Carlos Augusto Rego Santos Neves.

As queixas são muitas. Vão desde ordens aos funcionários não-diplomatas para não lhe dirigirem a palavra, a menos que fossem abordados por ele, até demissão de um mordomo por ter servido o jantar em bandeja comum e não de prata. Consta, inclusive, que chamou a atenção de dentista inglês que se dirigiu a ele como "Mr. Ambassador", quando exigia ser chamado de "Your Excellency".

Londres 2

Já seu substituto, Roberto Jaguaribe, que chegou esta semana, foi bem acolhido. Comandará recepção no dia 7 de setembro na residência oficial - prédio tombado pelo patrimônio inglês e propriedade do Estado brasileiro.

Outro imóvel, onde funciona a chancelaria atual, é alugado e, em breve, será devolvido ao dono. O governo Lula comprou sede própria para a nova embaixada na Trafalgar Square, por 24 milhões de libras. Que está em reforma.

Concentração

Leilões beneficentes a favor de Paraisópolis vêm se somar a esforços do Estado. São Paulo está investindo R$ 60 milhões, segundo Alberto Goldman. E Kassab entrou com outros R$ 19 milhões.

É, a favela, pelo jeito, virou foco do mundo com 64 ONGs atuando por lá.

De quem entende

Comitiva do Haiti desembarca segunda em Brasília. Fecha acordo para construção de centro de reabilitação de pessoas com deficiência física em Porto Príncipe. Ação liderada por Izabel Maior, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência República, deficiente e sumidade no assunto.

Lei 8666

Orlando Silva fechou contrato de R$ 5,7 milhões com a FGV, que prestará consultoria em estudos técnicos e mercadológicos para construção, no Rio, de novo autódromo e instalações olímpicas.

Aos que estranham o fato do ministério não ter aberto processo de licitação, a explicação da assessoria: além do ato estar previsto na Lei de Licitações, "seria descabido e desvantajoso para a administração a contratação de empresa cuja equipe não estivesse familiarizada com o tema".

Ótica política?

Unanimidade dentro do PSDB: é um equívoco estratégico usar o nome "Zé" tendo em mãos a vasta biografia construída por Serra.

Portanto, não será surpresa se o "Zé" for gradualmente desaparecendo da propaganda eleitoral nos próximos dias.

Pote de ouro

De olho no mercado de luxo, Álvaro Coelho da Fonseca achou prédio de três andares no Rio para instalar uma joint venture fechada com a BCF, de Luís Carlos Bulhões da Fonseca.

O setor de imóveis carioca bomba. Por exemplo: o metro quadrado na Avenida Delfim Moreira, no Leblon, vale R$ 50- três vezes mais que o metro quadrado mais caro de São Paulo.

Morde e assopra

Após atacar Serra, Marina focará em Dilma no próximo debate, jura Marco Mróz, do PV.

A candidata verde marcou data para encontrar-se com Juan Manuel Santos, presidente da Colômbia: dia 1º. A conversa com Serra ainda está em aberto.

Menina difícil

Mariah Carey chegou ontem ao Brasil e avisou: nada de compras ou contato próximo com fãs.

NA FRENTE

Com a Abest, Valdemar Iodice pilota hoje jantar em sua casa para Kenzo Takada.

A peça Inverno da Luz Vermelha tem pré- estreia hoje no Teatro Faap.

Acontece amanhã o sopão comandado por Viko Tangoda no Ateliê Hideko Honma. Convites a R$ 110 e renda para Associação Travessia.

Máxima do governador Goldman sobre as eleições: "Hoje só sei que nada sei".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.