Direto da Fonte

Rachou de vez?

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

17 Julho 2010 | 00h00

Assim que aterrissar em São Paulo, quarta-feira, Ricardo Teixeira, da CBF, fará uma cobrança antes mesmo do seu encontro com Alberto Goldman. Quer saber publicamente quais são e de quem são os interesses espúrios, mencionados por Caio Luiz de Carvalho, ex-SPTuris, que estão impedindo que o Morumbi sedie a abertura da Copa.

Teixeira, aliás, pediu ao jurídico da Fifa para estudar os procedimentos contra o ex-assessor de Kassab.

Consultado, Carvalho jura que nunca disse algo assim.

Munição?

Goldman tem encontro com Kassab, segunda, para afinar discurso antes da conversa que terão com Teixeira dois dias depois. "Bato na mesma tecla desde o começo da discussão: temos o Morumbi para a Copa", disse o governador à coluna.

Ele afirma não considerar outro estádio, muito menos o Piritubão. Já Kassab...

Destino

Do jeito que as coisas estão caminhando, não será surpresa se Teixeira definir o Maracanã para abrir e fechar a Copa de 2014 no Brasil.

Premiação

Pesquisa da FGV com 500 administradores de carteiras e analistas de investimentos deu ao Itaú Unibanco o troféu melhor programa de RI de 2010 e a Roberto Setubal, título de melhor desempenho. "Credito os prêmios à qualidade e à frequência de reuniões com investidores e analistas do Brasil e do exterior", comemora Setubal.

Premiação 2

Com um bem-humorado "o judeu aqui sou eu", Alberto Goldman justificou anteontem, olhando para Andrea Matarazzo, da Cultura, sua decisão de aumentar de R$ 30 mil para R$ 100 mil o valor máximo do Prêmio Governador do Estado.

Extinto nos anos 90 por Quércia, a premiação acaba de ser ressuscitada por ambos.

Outro lado

Gabeira viu lado bom no trânsito infernal no Rio ontem, causado pelo comício de Lula, Dilma e Cabral. "Vão perder um monte de votos", ironizou.

Da vez

Depois de Marina e Dilma, agora é Serra. O candidato participa do almoço debate dia 26, promovido por João Doria, do Lide.

Vencedora?

Não apareceu concorrente para a compra do controle da Milpo pelo Grupo Votorantim. O prazo legal para apresentação de propostas pela mineradora peruana acabou quarta-feira.

Nova escolha

Depois da queda do avião russo que matou, em abril, Lech Kaczynski, o então presidente da Polônia, o governo polonês decidiu: vai usar o Embraer EMB 175 como aeronave presidencial.

Golpe novo

Um homem foi visto fotografando vitrines na Vila Olímpia. Questionado, esclareceu ao interlocutor ser da Prefeitura. Horas depois, oito jovens, em três carros, estouraram o vidro e arrombaram a loja Zapälla. Renderam o vigia sem deixar pistas.

Direto de Paulínia

Frio e público pequeno marcaram a abertura do 3º Festival Paulínia de Cinema, anteontem. O ponto alto ficou por conta da sintonia entre os apresentadores Fernanda Torres e Lázaro Ramos: deram show de improvisação a cada vez que um deles se esquecia do texto.

O ponto baixo, o burburinho na plateia quando o prefeito José Pavan Júnior foi citado. Sua cassação pelo TSE, depois suspensa, deu-se no mesmo dia da entrega do prêmio no ano passado.

Buquê

Julio Baptista, que joga no Roma, embarca para as Ilhas Maldivas depois de se casar em Madri, dia 27, com a modelo espanhola Silvia Nistal, sua namorada há mais de quatro anos.

Ele de fraque Armani, marca preferida de jogadores. Ela de Rosa Clará, com vestido tipo princesa, arco na cabeça e pulseiras cravejadas com diamantes.

Na frente

Abre amanhã, no Ibirapuera, a mostra Transfer. Parceria do Santander com a secretaria municipal.

Beto Pandiani e Igor Bely lançam livro Travessia do Pacífico e exposição fotográfica. Dia 3, no Shopping Iguatemi.

Fred Frank inaugura seu restaurante Vitrô, em Moema. Na terça-feira.

Plínio de Arruda Sampaio radicalizou: tirou o Arruda de seu nome do registro do TSE e do material de campanha. Uma pesquisa detectou que o eleitor confundia o Arruda do DEM com o Arruda do "bem".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.