Direto da fonte

Menino do Rio

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

02 Julho 2010 | 00h00

No fim da noite de segunda, Índio da Costa estava exausto. Surpreendido com o telefonema de Rodrigo Maia convidando-o para ser vice de Serra, o carioca fez só uma coisa antes de aceitar. "Liguei para minha namorada, Andrea", contou à coluna o pai de uma menina de seis anos, que vive com a mãe espanhola, sua ex-mulher, em Madri. Ainda tonto com a nova posição, admite estar consciente da mudança de vida e de cidade, caso o tucano se eleja .

O demista conhece Serra só de convenções e breves encontros. Mas diz admirar seu trabalho. É que na política, se considera um executivo, "um fazedor".

Nascido na zona sul do Rio, advogado de formação, Índio justifica sua opção pela profissão: "Quero ajudar a mudar a forma de se fazer política no Brasil". Pretende levar para a Presidência da República, por exemplo, o Ficha Limpa.

Muito ligado ao primo-irmão Luiz Octávio Índio da Costa, do Banco Cruzeiro do Su, cita como exemplo de vida, seu avô Luiz Simões Lopes, fundador da FGV e seu pai, Luiz Eduardo Índio da Costa, conhecido arquiteto com forte atuação em projetos públicos. "Cada um, à sua maneira, contribuiu para sociedade. Agora é minha vez."

Aos 39 anos, Índio da Costa estava se preparando para disputar a reeleição como deputado federal, de olho na Prefeitura do Rio. " Rumo alterado, vou me reorganizar em dez dias".

Recorrente

A British Airways foi a única empresa, entre brasileiras e estrangeiras, que ainda não se adaptou à resolução da ANAC, que exige transparência na divulgação das tarifas. A companhia mostra o preço do bilhete e só no final da compra inclui as taxas, como o adicional de combustível.

Anteontem, a companhia recebeu a oitava autuação. Cada multa pode chegar a R$ 10 mil.

Pasto

Os dirigentes da CBF estão espertos. Nada de misturar grama artificial e natural nos campos da Copa de 2014. A fórmula foi vendida para os sul-africanos como solução para gramados perfeitos. E o resultado não poderia ter sido pior.

Menestrel

Juca Chaves aceitou ser puxador de votos do PR paulista para Câmara dos Deputados. O trovador se prepara agora para compor suas marchinhas.

Dançando no poste

Alexandra Valença, a dançarina que apresentou "pole dance" em festa privê para Berlusconi em SP, trabalha para a Prefeitura. Ela é professora de dança do poste na subprefeitura da Lapa.

Aliás, a sub quer abrir aula da modalidade também para homens.

O poste

O Estado de São Paulo abriga uma das maiores comunidades italianas fora da Itália.

Mesmo assim - e isso foi registrado pelo Executivo estadual- Berlusconi foi incapaz de pedir uma audiência com o governador Alberto Goldman.

Literal

Chico Buarque deixou a orla carioca rumo a Paris.

Lá, se divide entre o futebol e a supervisão da tradução de Leite Derramado para o inglês batizado de...The Milk.

Dono da bola

Paulo Renato achou jeito de não ver sozinho, hoje, o jogo do Brasil. Distribui 60 ônibus escolares para 60 prefeitos logo depois da disputa. O telão na Secretaria da Educação está montado.

Tesoura

A Globo convidou e Wanderley Nunes aceitou. Comandará o júri de cabeleireiros na estreia de Ti Ti Ti, próxima novela das sete.

Lay-out

A bandeira estilizada de SP tem até amanhã para sumir da propaganda oficial do governo do Estado. O brasão fica. Exigência eleitoral.

Na frente

Alberto e Deuzeni Goldman recebem convidados para almoço campestre em meio ao Festival de Campos do Jordão. Domingo.

Henrique Meirelles disse sim. E participa do almoço-debate do LIDE para Dilma, segunda. No Hyatt São Paulo

É amanhã o recital de João Carlos Martins em prol do Instituto Vladimir Herzog. Na Sala São Paulo.

O documentário Pixote in Memoriam será exibido, dia 16, no Festival de Paulínia.

Lu Horta, do grupo Barbatuques, se apresenta hoje, no palco do Tom Jazz.

Abre domingo, no Museu Afro Brasil, a mostra Pérolas Imperfeitas, de David Glat.

A Latitudes lança, no fim de semana, um roteiro de viagem exclusivo para o Japão. Em parceria com a Casa do Saber e com a especialista Michiko Okano, referência na cultura nipônica.

Entre as piadas prontas relacionando o PSDB, índio e caciques, vai aqui a eleita campeã das infames. A de que Serra teve que esperar dois "Dias" para escolher seu vice: Osmar e Álvaro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.