Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2010 | 00h00

O governo Lula estuda outra maneira -que não a da concessão pública- para acelerar o processo de ampliação da oferta de aeroportos no Brasil. Qual? Por meio de autorização direta. O que exigiria uma Medida Provisória.

O alto escalão do governo se conscientizou de que, se depender da Infraero, as concessões privadas estaduais, como antecipou o Estado ontem, enfrentarão fila: só terão vez depois de concretizadas as que estão em curso no âmbito federal.

Way in?

Onde seria esse novo aeroporto em Sampa? Ano passado, a coluna registrou projeto elaborado a quatro mãos pela Andrade Gutierrez e Camargo Corrêa. Incluindo terreno próximo de São Paulo, em distância não muito maior do centro na comparação com o aeroporto de Guarulhos.

À beira do caos

Depois de ter retardado a decolagem por 30 minutos anteontem, o piloto do voo G3 1334, São Paulo-Brasília, informou: "Pedimos desculpas pelo atraso, mas não havia ninguém do pessoal da Infraero para retirar o finger..."

Selo final

Último ato de Alexandre de Moraes, que deixa a Secretaria dos Transportes hoje: foi a confirmação da multa de

R$ 13 milhões dada às empresas de lixo. Não cabe mais recurso administrativo e os valores serão descontados nas próximas faturas.

Toma lá

Há pelo menos uma razão forte para o PC do B ficar calmo hoje no Maranhão. O PT estuda retirar apoio a candidatura de Marilene Corrêa ao Senado pelo Amazonas, em favor da comunista Vanessa Grazziotin.

Posso ajudar?

Quem circular hoje pela Renner do Center Norte pode estranhar a pouca desenvoltura de um dos balconista. José Galló, presidente da empresa, está trocando um dia de sua rotina na sede, em Porto Alegre, pela experiência entre clientes da loja.

Ideiafix

É imenso, o amor de Andrea Matarazzo pela cidade de SP. Tanto assim, que o secretário confundiu anteontem, no concerto da nova orquestra do Theatro São Pedro, nomes de santos. Chamou São Pedro de... São Paulo.

Novo 007?

Roberto Carlos volta às telas em filme de ação. O roteiro, de Monique Gardenberg, se passa dentro de um navio. Direção? Monique vai dividi-la com Márcia Faria, cujo pai, também Roberto, dirigiu os longas do Rei há quase 40 anos.

Globetrotter

Dilma terá que se desdobrar este fim de semana. Chega a SP sábado de manhã para a convenção do PDT. Depois, voa de volta a Brasília para a do PMDB. Domingo acontece a do PT.

Lula estará em todas.

Menores de fora

A boate Pachá cancelou a matinê do Dia dos Namorados. A boate está proibida pela Justiça de fazer qualquer festa para adolescentes entre 12 e 17 anos, sob pena de multa diária de R$ 100 mil. A denúncia da Promotoria da Infância aponta falta alvará.

Mata a mata

Acaba de empacar o projeto de lei estadual para vender área de quase 500 mil m². Na Estrada Velha São Paulo-Campinas, as terras do Estado têm córrego, cachoeira e áreas de proteção ambiental.

O local terá que passar antes por análise das secretarias do Meio Ambiente e da Agricultura, segundo exigiram o Ministério Público e alguns deputados.

Será que será

Nelson Alvarenga, da InBrands, até se esforçou, mas não conseguiu responder se tem interesse em agregar a Reserva ao conglomerado de moda. Não disse sim, nem não, muito pelo contrário...

Direto da SPFW

A mais alta voltagem do primeiro dia de SPFW foi no desfile da Cia. Marítima. Enquanto uns mendigavam por ingresso, Luciano Szafir balançava seu par: "Alguém quer comprar?".

Frase contundente de Aron Rosset, da Cia. Marítima, antes do desfile. "A China só não nos incomoda em um setor: o da moda praia."

Enquanto duas editoras de moda se descabelavam para sentar na fila A, Dimitri Mussard, herdeiro da Hermès, fez diferente. Discretamente, acomodou-se atrás.

O aviso escrito era claro: para andar na roda gigante, no meio da SPFW, a altura mínima exigida era de 1m30. Tinha criança com menos.

Depois reclamam de Geyse Arruda... O vestido de Geanine Marques, integrante da banda Stop Play Moon, na SPFW, era ainda menor que o da loira da Uniban.

E ainda no desfile da ex-grife de Amir Slama. A Rosa Chá mostrou ali clara equação: magreza + 1,80m + salto 15cm - experiência/pouca idade = andar desengonçado.

Ignácio Loyola Brandão empresta suas palavras literárias para texto de apresentação do desfile de Adriana Degreas. Amanhã.

Já a Maria Bonita, que desfila hoje, revela a musa inspiradora: Anna Mariani, fotógrafa brasileira de 74 anos.

D.BERGAMASCO E M. NEUSTEIN

Colaboração

Débora Bergamasco debora.bergamasco@grupoestado.com.br

Gilberto de Almeida gilberto.almeida@grupoestado.com.br

Marilia Neustein marilia.neustein@grupoestado.com.br

Paula Bonelli paula.bonelli@grupoestado.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.