Direto da fonte

De bico grande

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2010 | 00h00

A depender do resultado de pesquisa encomendada pela Secretaria de Comunicação da Presidência, Orlando Silva poderia escolher hoje o animal-mascote do Brasil na Copa. É que o Instituto Meta montou ampla consulta para avaliar como a população vê a realização do mundial no Brasil. E, entre os quesitos, pediu a 5 mil brasileiros que escolhessem o animal símbolo para a competição de 2014.

O primeiro lugar? Venceu, ufa, a... arara. O ministro dos Esportes desconhece como foi a votação no tucano.

Bico 2

O martelo, porém, ainda não foi batido. A escolha do mascote só será feita depois que Orlando Silva receber a chave da Copa - no encerramento do torneio, dia 8 de julho.

Vice na TV

João Sayad escolheu seu braço direito na TV Cultura. Importou seu vice na Secretaria de Cultura, Ronaldo Bianchi.

Segura, peão

O Ministério Público Estadual entrou com ação por propaganda enganosa contra o Rodeio de Jaguariúna, que aconteceu em maio.

Acusa a organização de divulgar que jovens de 16 anos podiam entrar desacompanhados dos pais. O que a Vara da Infância tinha proibido.

R$ 100 bilhões

Nem Wagner Rossi escapou. Lula colocou água no chope do pessoal do Ministério da Agricultura. A antecipação da divulgação do Plano Safra para segunda pegou todo mundo no contrapé.

Resultado: o feriado de Corpus Christi foi para o espaço.

Último suspiro?

O Cine Segall luta para não ter o mesmo destino do Cine Lílian Lemmertz, que fechou as portas no fim de semana.

O cinema do Museu Lasar Segall busca recursos para reforma de poltronas, ar condicionado e compra de projetores.

Hein?!

O humor inglês é mesmo peculiar. Em voo da British Airlines de SP para Londres, recentemente, o jantar foi servido pouco depois da decolagem, às 17h, causando estranheza entre passageiros.

A aeromoça britânica tentou explicar: "Agora são 9 da noite em Londres, senhor." E...?

Poder da retórica

Juca Ferreira vem a SP, segunda, em missão quase impossível. Tenta convencer empresários, na Fiesp, de que a nova Lei Rouanet será boa para o investidor.

O projeto acerta em cheio o bolso do patrocinador: a renúncia fiscal, que antes era de 100%, agora não vai além dos 80% .

Os sem-visto

Oliver Stone - que chegou em Guarulhos sem visto, conforme publicado ontem no Estado - apareceu às 23 horas, segunda, na Faap, com o suado visto brasileiro provisório em mãos. Na esperança de pegar o fim da pré-estreia de seu filme. Mas não conseguiu.

O cineasta acabou indo jantar no Rubaiyat da Faria Lima com Barretão e companhia.

Força do hábito

O que leva alguém a embarcar dos EUA para o Brasil sem visto? Pelo que se apurou, Stone trabalha com uma assessora inglesa que, para vir ao País, jamais precisou de um.

Pazes e votos

Encontros e desencontros na já tradicional festa de aniversário de Orlando Silva, que completou 39 anos, no restaurante Praça São Lourenço. A reunião estava quase no fim quando Zé Dirceu chegou com sua mulher, Evanise, frustrado por não ter visto Oliver Stone em evento na Faap. Dirceu degustava risoto de funghi quando foi pego de surpresa por entusiasmado abraço do ex-desafeto Protógenes Queiroz, da Operação Satiagraha. "Esse é o delegado que queria me prender", brincou o ex-ministro.

Protógenes fez cara de paisagem. Conversaram longamente sobre o episódio e trocaram juras de amor. Clímax? Quando Protógenes chegou mais perto e sussurrou a Dirceu, pedindo ajuda para sua campanha a deputado federal.

Enquanto isso, Ricardo Teixeira, que muitos pensavam estar na África, avisou: "Embarco na quinta-feira". Ainda entre as celebridades do futebol estavam Rivellino e Juvenal Juvêncio. O presidente do São Paulo convidou Aloizio Mercadante para jantar em sua casa. E o petista aceitou, ponderando: "Sou santista, mas meus filhos torcem para o São Paulo".

E major Olímpio Gomes concorrerá mesmo como vice na chapa de Mercadante? "Essa é uma decisão do PDT, mas terá que passar pelo nosso crivo."

O aniversariante, alegre, aproveitou para pedir votos até para o cunhado, Gustavo Petta, candidato a deputado federal.

Depois de apagar as velas, o ministro discursou ao microfone: "Quem não trouxe presente, não se constranja. Vote em Dilma." Lula não foi, mas seus filhos Fábio Luiz e Sandro marcaram presença. Esse foi o gran finale de três comemorações do festeiro Orlando Silva: a primeira em Brasília, outra em Campinas e a saideira, anteontem. / PAULA BONELLI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.