Direto da Fonte

Direto da Fonte

Atalho na cultura

Sonia Racy, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2010 | 00h00

Juca Ferreira vai simplificar a vida de quem busca recursos via Lei Rouanet. Divulga, até o fim do mês, instrução normativa para reduzir bastante a papelada exigida. A ideia é pedir mais dados só de proposta aceitas.

Outra mudança, sendo avaliada, é que apenas sejam levados à Comissão Nacional de Incentivo à Cultura projetos acima de R$ 200 mil. Os demais, o próprio ministério decidiria.

Atalho 2

Com essa desburocratização, podem-se evitar coisas do além. Exemplo: há dois anos, Zé Henrique recebeu chocante justificativa para a não inclusão, na Lei Rouanet, da sua peça O Processo. É que estava faltando a assinatura do autor, um tal de Franz.

O diretor teve que levar à Funarte declaração de que Franz Kafka já havia morrido.

Eu e eu

No seu caminho para o parque, domingo, Dilma estreou como cidadã comum.

Dirigindo um Tipo 95, Prata, acompanhada apenas de Nego, o seu Labrador.

Sem-agenda?

Aécio, em um dos seus últimos atos no governo, condecorou Rodrigo Maia como Cidadão Honorário de Minas.

Continua na gaveta idêntica homenagem a Serra, aprovada pela Assembleia mineira no fim de 2008.

Embaixadinha

Como faz seu chefe, Celso Amorim recorreu ao futebol, ontem, quando lhe perguntaram, ao final de palestra no Rio, "para onde vai a política externa" no pós-Lula.

"Pelé, o Brasil só teve um. Nem por isso deixou de ser campeão mais duas vezes, sem ele na seleção."

Mês das Copas

O Museu do Futebol já começa a se concentrar.

Prepara para maio exposição de 26 ambientes, em homenagem às 17 Copas do Mundo.

Fashion hits

Carlos Jereissati conquistou reforço de peso para atrair marcas estrangeiras para o Iguatemi. A internacional Georgina Brandolini, brasileira radicada em Roma e ex-colaboradora de Valentino.

Jereissati, aliás, recebe amanhã para jantar em torno de Diane von Furstenberg.

Gota d"água

Decidido a sair do BC, quando foi que Henrique Meirelles deu meia volta? Pelo que se apurou, foi durante jantar com o PMBD na terça passada, em Brasília. Ali, jogou a toalha.

Procurando tu

Empresas brasileiras que sonham com gordos contratos no Iraque procuram, a peso de ouro, profissionais que lá atuaram nos tempos de Saddam Hussein.

Conhecem o modus operandi dos burocratas em Bagdá.

Andando

João Sayad determinou que se mantivesse um escritório em São Luiz do Paraitinga, orientando donos de imóveis tombados atingidos pelas chuvas. Até agora, a secretaria atendeu a 47 pedidos de restauração.

Brasil is the guy

Letícia Birkheuer é capa da próxima Conte Nast Traveller. Com 20 páginas sobre o Brasil.

Sem economias

José Mariani começa a gravar o longa A História da Economia 1930-2005 na festa de Maria da Conceição Tavares.

Dia 24, quando ela faz 80 anos.

Na frente

Emílio Odebrecht, Viviane Senna e Rômulo de Mello Dias serão destaque do prêmio Empreendedor do Ano, da Ernst & Young. São vencedores, respectivamente, das categorias Lifetime Achievement, Responsabilidade Social e Executivo Empreendedor. Quinta.

Carlos Manga faz palestra amanhã na Cinemateca. Onde, neste mês, é exibida mostra de seus filmes.

Começa sexta a exposição de León Ferrari e Mira Schendel, na Fundação Iberê Camargo. Depois de passar por Madri e Nova York.

Jaume Tapies recebe hoje para apresentação do livro 2010 do Relais Chateaux. São três, os brasileiros: Estrela d"Água, em Trancoso, Ponta dos Ganchos, Santa Catarina e Hotel Santa Teresa no Rio.

Maria Rita Pikielny , sócia do PJ Clarke"s no Brasil, abre seu segundo restaurante. Desta vez, nos Jardins.

Estreia quinta a peça Filhos Não Vêm Com Manual, no Teatro Buenos Ayres.

O almoço de Páscoa no Rodeio rendeu. Passaram por lá desde Carolina e

Benjamin Steinbruch a Natalie Klein e Tufi Duek.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.