Direto da fonte

Falha deles

Sonia Racy, O Estadao de S.Paulo

18 de março de 2010 | 00h00

Patrus Ananias está inconsolável. Um erro banal causou o cancelamento - que será divulgado hoje - de 86.963 benefícios do Bolsa-Família.

Trata-se de cadastros que não informaram, no devido campo, os nomes das escolas onde estudam os filhos.

O Ministério do Desenvolvimento diz ter feito tudo para impedir que os beneficiários tivessem problemas. Desde julho, mandou extrato bancário com advertência em letras garrafais.

Jornadas à parte

Para mostrar o grau de amizade entre Aloizio Mercadante e Paulo Skaf, vice de seus sonhos, petistas contam que o senador chegou a criticar, em reunião de líderes, a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas. O assunto põe em lados opostos a Fiesp e as centrais sindicais, como CUT e Força.

O senador nega a crítica. Mas prefere não dizer o que pensa do assunto. "Em nenhum momento ele se posicionou. Esperamos que apoie as centrais", diz Paulinho da Força.

Welcome

O Metropolitan Opera House convidou e Nizan Guanaes e Donata Meirelles aceitaram.

São os mais novos membros do conselho da casa.

Questão de cor

Na visita ao Haiti, Maitê Proença dormiu nos mesmos lençóis cor-de-rosa que receberam Angelina Jolie, na base do Exército brasileiro.

O que preocupava os soldados, depois, era não esquecer de trocá-los. A visita seguinte seria de um general do Exército.

Raios X verde

A AME Jardins luta por mapeamento da saúde das 2.200 árvores do bairro.

A Eletropaulo aceita pagar o estudo, mas o projeto aguarda sinal verde de Eduardo Jorge há mais de 80 dias.

Mangalô 3 vezes

Márcio Toledo, do Jockey, deu a Dilma, via Marta Suplicy, uma réplica do mesmo pingente com que havia presenteado Lula.

Acha que dá sorte.

Sem trégua

Lula deve ter gostado, inicialmente, do convite que lhe fez o governo de Israel: foi ao Bosque de Jerusalém plantar uma oliveira que levaria seu nome.

Não deu certo. Teve de ouvir loooongo discurso em hebraico, traduzido por alguém que, com toda certeza, não ouvia português há muuito tempo.

Embaixadinha

Marta, a melhor jogadora do planeta, recebeu tratamento vip ao buscar seu visto no consulado dos EUA do Recife. Brindada com filme especial de Michelle Obama, deixou duas bolas assinadas para suas filhas Sasha e Malia.

A campeã joga na equipe do Gold Pride, de San Francisco.

Forza, Itália

O Museu do Bexiga será inteiramente repaginado. Terá R$ 500 mil para ficar novinho em folha até 2011 - o Ano da Itália no Brasil.

Modernidad

Luciano Huck acaba de ganhar apoio para o quadro Lata Velha, do Caldeirão. A atração promove a repaginação de carros gratuitamente.

A Esso se encarrega de fornecer o motor flex-fluel.

Uma noite para Tancredo

Foi uma das filas mais vips dos últimos tempos. Alinhados à espera de uma dedicatória de Rubens Ricúpero, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, anteontem, estavam José Goldemberg, Celso Lafer, Aloisio Araújo, Sérgio Amaral, Emílio Odebrecht, Emanoel Araujo... e muitos outros.

O tom da noite era de nostalgia. As 450 páginas do livro Diário de Bordo contam a história de um governo que começava a ser e que não foi - as breves semanas entre a eleição de Tancredo Neves, em janeiro de 1985, e sua morte às vésperas da posse no Planalto, em março. Um "pré-governo" marcado por visitas a líderes da Europa e dos EUA.

"Eu estava então na Embaixada em Washington", relembra Sergio Amaral. "Me lembro da reunião com Bush pai, quando ele, sentado, já mostrava os incômodos da doença, massageando a barriga constantemente."

Saudades daquele tempo? O próprio Ricupero não hesita: "Olha, os homens públicos que tínhamos então eram um time de primeira. Tancredo, San Tiago Dantas, Ulysses, Walter Moreira Salles, Franco Montoro..."

Comparar com os de hoje? "Ah, é covardia. Aquilo era uma seleção. O que hoje temos equivale, no máximo, a um Olaria."

E Serra, que acabou chegando no final, viu no livro foto da equipe de Tancredo em que, segundo Ricupero, ele aparece "bem mais gordinho". Coçou o queixo e ponderou: "Eu dormia muito pouco naquele tempo..."

GABRIEL MANZANO FILHO

Na frente

Miranda Kassin, cover de Amy Winehouse, faz show hoje na Tabacaria Ranieri.

Felipe Gini é o curador da exposição Passos. Na mostra, criações do estilista Marcelo Sommer viram quadros. Começa sábado, na Bela Vista.

O site Panelinha, de Rita Lobo, completa dez anos. E comemora com lançamento de livro de receitas.

Robert Storr, crítico de arte e reitor da Faculdade de Artes de Yale, dá um pulinho a São Paulo. Participa da Semana de Yale no Brasil, hoje e amanhã, na FAAP.

Ruy Mesquita, diretor de Opinião do Estado, será homenageado dia 8, no Palácio das Laranjeiras, no Rio. Receberá o título de Ícone da Comunicação. Prêmio da Associação Brasileira das Agências de Publicidade.

Fabiana Turci lança o livro Desobjetos, na Martins Fontes da Paulista. Terça.

Chen Xing Dong, economista-chefe do BNP Paribas para a China, chega ao Brasil amanhã. Falará sobre a economia chinesa e suas projeções de crescimento.

Forma física e penduricalhos levam Axl Rose a ser comparado no Brasil com ...Zé Rico. Que faz dupla caipira com Milionário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.