Imagem Luis Fernando Verissimo
Colunista
Luis Fernando Verissimo
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Direita/Esquerda

Você está fugindo da pergunta. Direita ou esquerda?

Luis Fernando Verissimo, O Estado de S.Paulo

12 de janeiro de 2020 | 02h00

Mesa de bar. Só os dois, enquanto o resto da turma não chega. Um momento para o tipo de conversa que a presença barulhenta do resto da turma não permitiria. Um momento para confidencias.

– Cara, tem uma coisa que eu queria te perguntar...

– O quê?

– Você é de direita ou de esquerda?

– Ué. Por que isso agora?

– Só para saber. Direita ou esquerda?

– Sabe que nem eu sei? As vezes sou de esquerda, às vezes de direita.

– Não pode, cara. Tem que se definir. Hoje em dia, todo o mundo precisa se definir. Direita ou esquerda?

– Não sei. Mas isso vai afetar nossa amizade? Você pretende pedir definições de toda a turma? Nossa amizade não é mais importante do que isso?

– Você está fugindo da pergunta. Direita ou esquerda?

– O que você acha que eu sou? Baseado na nossa amizade, baseado nestes nossos encontros no bar todos os dias e no que você sabe a meu respeito, você acha que eu sou o que?

– Aí é que está. Não dá para saber. Por isso eu estou perguntando: você é de esquerda ou de direita? Não vale dizer que é meio esquerda e meio direita. Tem que ter convicções claras e defendê-las com vigor. Veja o Serjão.

– Mas o Serjão é um energúmeno.

– Claro que é. Ele mesmo diz que está à direita de Adolf Hitler e nós damos risada dele, mas ninguém duvida da sua posição. Já a sua posição ninguém sabe qual é.

– Sou pela paz mundial, pela amizade entre os povos e pelo chope gelado.

– E continua fugindo da pergunta.

– Eu não estou fugindo da pergunta! Só acho que ela não é importante.

– Aí é que você se engana. Ela é importantíssima. No Brasil, e em todo o mundo, chegou a hora das definições. A hora da verdade. Direita ou esquerda? 

– Qual é a SUA posição?

– Você ainda pergunta? Direita, velho.

– À direita do Serjão?

– Por ali. Mas o Serjão não é da direita seria. Eu sou.

– Está bom, cara. Se é tão importante para você, eu me declaro solenemente de direita...

– Puxa. Custou, hein?

– ... esclarecida.

– O quê?

– Sou da direita esclarecida.

– COMUNISTA!

Tudo o que sabemos sobre:
partido político

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.