Dior negocia com belga Simons para substituir Galliano-mídia

A Dior, grife do grupo de marcas de luxo da França LVMH, está em negociação com o estilista belga Raf Simons para contratá-lo como novo chefe da marca, disse nesta terça-feira a publicação Women's Wear Daily.

REUTERS

13 de dezembro de 2011 | 17h41

A Dior está sem um estilista-chefe desde a demissão de John Galliano, em março, por ter feito comentários antissemitas em um bar de Paris. Desde então, as coleções lançadas pela marca foram assinadas por Bill Gaytten, ex-braço-direito de Galliano.

Um porta-voz do grupo LVMH recusou-se a comentar a reportagem nesta terça-feita. Em outubro, a Dior disse que escolher um substituto para Galliano era "uma questão de semanas" e que esperava fazer um anúncio antes do fim do ano.

O Women's Wear Daily disse que as negociações entre a Dior e Simons esbarraram no fato de ele ainda ter contrato com a marca sediada em Milão Jil Sander, e que por isso ainda não foi fechado um acordo entre as partes.

(Reportagem de Astrid Wendlandt)

Tudo o que sabemos sobre:
MODADIOSIMONSGALLIANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.