Dilma lamenta morte do 'artista completo' Jair Rodrigues

A presidente Dilma Rousseff lamentou, em nota oficial, a morte do cantor Jair Rodrigues. "É com sentimento de profunda tristeza que recebo a notícia da morte do cantor Jair Rodrigues, na manhã desta quinta-feira, 8 de maio", disse a presidente. "Não há como esquecer o entusiasmo e alegria contagiantes deste artista completo, talentoso e profundamente identificado com o coração do povo brasileiro. Sua interpretação de ''Disparada'', de Geraldo Vandré e Théo Barros, passados quase 40 anos da apresentação, muito me emociona", prossegue Dilma. E encerra: "Quero deixar aqui meus melhores sentimentos e meu carinho de fã à família de Jair Rodrigues".

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

08 de maio de 2014 | 14h40

Mais cedo, o vice-presidente da República, Michel Temer, também lamentou a morte de Jair Rodrigues. "O Brasil lamenta a morte de Jair Rodrigues, ícone da música e da cultura popular brasileira", escreveu Temer em sua conta do Twitter. Temer estendeu "sentimentos à família" do artista.

Agenda

Neste momento, Dilma está voando para São Paulo, onde, daqui a pouco, visita o Itaquerão, que será o palco da abertura da Copa do Mundo. Depois, Dilma se encontra com líderes do segmento do varejo. O Palácio do Planalto não confirmou até agora se a presidente Dilma se reunirá com o coordenador do Movimento dos Sem Teto, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Jari RodriguesmorteDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.