Dia difícil

Marte e Saturno em quadratura; a Lua será Vazia a partir das 10h05

Oscar Quiroga, oscar.quiroga@estadao.com.br, O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2011 | 00h00

Hoje é um dia especialmente difícil, que combina a pressão para se tomarem decisões duras com o ambiente pouco propício para esse tipo de atitude. Manter a cabeça fria não será fácil, mas necessário, quem conseguir essa façanha levará vantagem. Quem, pelo contrário, perder a cabeça e por pura ansiedade tomar decisões intempestivas, criará problemas ainda maiores daqueles que supostamente teria desejado superar. O tempo das decisões duras e difíceis não se circunscreve ao período de hoje, vem vindo de 2008 e se estenderá até pelo menos o início de 2013. Porém, hoje particularmente as coisas adquirem uma intensidade fora do comum. O espírito deste tempo consiste em ser mais propício construir tudo do zero do que empreender reformas.

ÁRIES 21-3 a 20-4

À beira de um ataque de nervos, pareceria ser propício dar fim a alguns relacionamentos que empacaram em algum lugar do passado. Contudo, ainda que esse fim se prolongue demais, é necessário começar esse caminho.

TOURO 21-4 a 20-5

A esta altura sua alma já precisa ter compreendido o valor do empenho para a realização, pois reconhece que, apesar de o ardor dos desejos fazer parecer tudo real, o caminho para se obter resultados é árduo e longo.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Ainda que haja motivo de revide e as condições se tornem propícias para tanto, você demonstrará verdadeiro poder se contendo e conduzindo a situação num sentido diferente do esperado. Demonstrar força não está com nada.

CÂNCER 21-6 a 21-7

As adversidades não são, desta vez, produzidas por pessoas estranhas, mas familiares, por algumas que fazem parte da vida cotidiana. Isso dificulta muito a superação dessas condições, porque envolve muito sentimento.

LEÃO 22-7 a 22-8

Só chute o pau da barraca se tiver desistido de continuar em frente com suas intenções originais, pois essa atitude mandaria tudo para o inferno mesmo, sem chance de retorno positivo. Somente o cansaço conduziria a isso.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Nada seria mais oportuno do que essa profunda crise do sistema financeiro mundial. É que, noves fora, ela representa a grande oportunidade de nossa humanidade começar a considerar o verdadeiro valor de tudo.

LIBRA 23-9 a 22-10

Nada é inevitável, mas as pessoas, por ansiedade, levantam esse argumento como se fossem exímias conhecedoras da vida. A vida continua sendo um grande enigma, sendo mais o que desconhecemos do que aquilo que sabemos dela.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Consertar os erros não deve ser motivo de alarde, inclusive porque se isso demorar muito é provável que fique tarde para realizar um verdadeiro conserto. Há coisas que se quebram sem perspectiva de conserto.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Fazer cobranças duras e enérgicas é necessário na atualidade, mas considerando que a maioria das pessoas não está acostumada a isso, o resultado que vem por aí é uma resistência inútil e contraproducente.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Seria fútil demais fazer as pessoas enxergarem que você estava com a razão o tempo inteiro e que elas deveriam ter seguido seus conselhos e orientações. O assunto agora será tocar a bola para a frente.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

As pessoas só vão se entender e fazer acordos quando o desejarem. Enquanto isso continuarão discutindo sexo dos anjos e promovendo discórdias em cima de detalhes que deveriam ser considerados irrelevantes.

PEIXES 20-2 a 20-3

Perturbar-se excessivamente com as circunstâncias atuais seria o mesmo que se recusar a enxergar o amplo panorama de acontecimentos. Importa infinitamente mais o que está além do que o que acontece de forma imediata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.