Dia de shopping

Não tem trânsito e não chove: numa cidade como São Paulo, isso conta na hora das compras

Carolina Stanisci, Rachel Costa e Thaís Pinheiro, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2009 | 14h35

Aproveitar um dia no shopping não exige tempo bom ou trânsito tranquilo - e isso faz toda a diferença em uma cidade como São Paulo. Pela manhã, quando o movimento é menor, é ótimo conferir as vitrines. Na hora do almoço, você pode recarregar a bateria na praça de alimentação. As tardes combinam com academia e massagem. E, antes de encerrar o dia com uma sessão de cinema, você busca a calça que deixou para ajustar na véspera no ‘fast alfaiate’.

 

Para que este roteiro seja perfeito (e adaptado às suas preferências), o Guia avaliou os 50 principais shoppings da Grande São Paulo em oito categorias (leia página ao lado), com notas de 0 a 4 para cada uma. Premiamos com sacolinhas os melhores: três para os campeões, duas para os segundos colocados e três para os terceiros. Cidade Jardim, Iguatemi, Higienópolis, Morumbi, Eldorado, Villa-Lobos, Bourbon Pompeia, Jardim Sul, Plaza Sul e ABC Shopping se destacaram em várias categorias - e, por isso, poderiam levar o título de shoppings mais completos da Grande São Paulo.

 

Para chegar a este resultado, as três repórteres que foram a campo passaram 75 horas dentro dos shoppings, enquanto cumpriam o itinerário padrão definido para a avaliação. A observação começava pelo estacionamento, seguia por elevadores e escadas e continuava pelos corredores. Todos os detalhes eram importantes: lojas, opções de lazer, espaços para crianças, fraldários, alamedas de serviço, escadas de emergência e banheiros (femininos, neste caso). Confira o resultado e descubra qual é o shopping onde você vai passar os seus dias.

Tudo o que sabemos sobre:
Guia dos Shoppings

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.