Dezenas de cabeças humanas são achadas em depósito nos EUA

Autoridades no Estado norte-americano de Arkansas investigavam um carregamento de 40 a 60 cabeças humanas encontrado por funcionários da Southwest Airlines em um depósito de cargas na semana passada em Little Rock, nos Estados Unidos, disse nesta quinta-feira um juiz.

REUTERS

17 de junho de 2010 | 21h48

O envio de três pacotes separados foi descoberto na quarta-feira passada depois que funcionários viram que a encomenda não estava "etiquetada corretamente", disse a porta-voz da companhia, Ashley Rogers.

"Embora seja comum transportar espécimes humanos para fins médicos, um cliente de longa data da Southwest tentou transportar uma carga sem seguir as políticas de identificação, empacotamento e declaração correta de conteúdo", disse a empresa em comunicado.

Os empregados abriram a caixa, encontraram as cabeças e entraram em contato com a polícia local, que entregou o material à Justiça.

"Basicamente (as cabeças) estavam em recipientes plásticos com tampas que não são fechados a vácuo", disse o juiz Garland Camper.

As cabeças seriam enviadas à Medtronic, em Fort Worth, no Texas, para treinamento educativo de neurocirurgiões que estudavam procedimentos no ouvido, nariz e garganta, disse o porta-voz da empresa, Brian Henry.

(Reportagem de Kyle Peterson, em Chicago; e de Deepa Seetharaman, em Nova York)

Tudo o que sabemos sobre:
ODDVOOCABECAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.