Dez anos sem os Mamonas Assassinas

Mina,/ Seus cabelo é "da hora",/ Seu corpo é um violão,/ Meu docinho de coco,/ Tá me deixando louco. Minha Brasília amarela/ Tá de portas abertas/ Pra mode a gente se amar,/ Pelados em Santos. Pelados em Santos - foi com essa música que os Mamonas Assassinas alcançaram enorme sucesso no Brasil.Tudo aconteceu assim meio de repente. A febre se espalhou. Jovens, adolescentes e até mesmo crianças sabiam de cor as letras escrachadas das canções, sem muitas vezes sequer entendê-las. Formada por Dinho (vocal), Bento Hinoto (guitarra), os irmãos Samuel (baixo) e Sérgio Reoli (bateria) e Júlio Rasec (teclado), a banda de Guarulhos começou a carreira com o nome de Utopia, tocando covers de hits do rock nacional e poucas músicas próprias. Entre um show e outro, compunham músicas que zombavam parentes e amigos e foram percebendo que as palhaçadas faziam sucesso. Resolveram, então, mudar o perfil da banda.Em 1995, nasceu o Mamonas Assassinas. Com um único disco venderam mais de 2,3 milhões de cópias, em uma carreira de apenas oito meses. Dentre os hits de sucesso, destacam-se Pelados em Santos, Robocop Gay, Vira-Vira e Sabão Crá-Crá. Em 1996, a tragédia nacional: os músicos voltavam de um show quando o avião em que estavam chocou-se contra a Serra da Cantareira, em São Paulo, em um acidente que não deixou sobreviventes. Depois do desastre, a gravadora EMI-Odeon homenageou a banda com o lançamento de um disco ao vivo.A história meteórica da banda chega ao cinema com o filme Mamonas Assassinas, O Filme, um projeto da produtora Tatu filmes, do produtor Cláudio Kahns e roteiro do jornalista Dagomir Marquesi. Leia mais na reportagem do "Caderno 2"Os Mamonas Assassinas vão receber uma homenagem de seus familiares e fãs no próximo sábado, no Cemitério Parque Jardim das Primaveras, em Guarulhos, onde foram enterrados, haverá uma missa às 15 horas e um show cover, aberto ao público, da banda Elos Perdido, a partir das 16h30, no estacionamento em frente ao cemitério.Dez anos após sua morte, os Mamonas ainda mobilizam seus fãs, em 336 comunidades sobre a banda no Orkut. A maior - Mamonas Assassinas - tem 266.365 integrantes. Há, também, sites de fãs-clubes e blogues dedicados à memória da banda que ficou conhecida por sua irreverência.Homenagem aos Mamonas Assassinas: Data: 4 de março. Missa campal: 15h. Local: Cemitério Parque Jardim das Primaveras. Av. Otávio Braga de Mesquita, 3.535, Guarulhos (SP). Show: banda cover Elos Perdido. Horário: 16h30. Local: estacionamento em frente ao cemitério. Evento aberto ao público

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.