Dez anos do grande baile de Rod Stewart

Rod Stewart (foto) não larga o osso. Sua brincadeira milionária mais recente tem na verdade 10 anos, quando lançou o primeiro título de seus Great American Songbook (usando o termo criado para definir as canções escritas por Irvin Berlin, George Gershwin e Cole Porter para os musicais da Broadway). Mesmo em meio à demolição do mercado mundial de discos, o tiro foi tão certeiro que Rod Stewart, um ex-roqueiro sangue nos olhos que começou cantando na banda Faces ao lado do guitarrista dos Stones, Ron Wood, reinventou sua carreira nas asas das clássicas canções norte-americanas dos anos 40, 50 e 60. Depois de colocar nas lojas cinco produtos com o mesmo selo American Songbooks, sua gravadora reembala os quatro primeiros volumes em um box para, aparentemente, passar uma régua na fase crooner de Stewart. Apesar do teor baciada do projeto, há preciosidades sem fim e participações bem especiais nas 25 faixas que constam nos 4 CDs.

Julio Maria, O Estado de S.Paulo

30 de março de 2013 | 02h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.