Destacando novos artistas

Foram anunciados os vencedores da segunda edição do Prêmio EDP nas Artes que, desta vez, contemplou o mineiro Lucas Dupin (1.º lugar), os paulistas Theo Craveiro (2.º lugar) e Daniel de Paula (3.º lugar) e a paraibana Íris Helena com uma menção honrosa. Suas obras podem ser conhecidas em exposição em cartaz no Instituto Tomie Ohtake.

, O Estado de S.Paulo

08 de agosto de 2010 | 00h00

Lucas Dupin, vencedor do prêmio, recebe bolsa para residência de dois meses no The Banff Centre, no Canadá. Já Theo Craveiro ganha viagem ao exterior pelo programa Dynamics Encounters e Daniel de Paula e Íris Helena, cursos no Instituto Tomie Ohtake. Os três primeiros colocados terão ainda sua produção acompanhada por críticos durante um ano.

O júri da premiação, realizada pelo grupo EDP e Instituto Tomie Ohtake, foi composto por Agnaldo Farias (curador da 29.ª Bienal de São Paulo); Stela Barbieri (diretora da Ação Educativa da instituição); pelas artistas Ana Paula Oliveira e Carla Chaim; pelo galerista André Millan; pelo curador Jacopo Crivelli Visconti; e pela pesquisadora Fernanda Albuquerque.

Uma mostra com as obras dos vencedores e de mais 14 finalistas está abrigada até 5 de setembro no Instituto Tomie Ohtake (Avenida Faria Lima 201, tel. 2245-1900). Com entrada gratuita, pode ser visitada de terça a domingo, das 11 às 20 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.