Desmoronamento e loucura

Mercúrio e Marte em conjunção; a Lua míngua em Escorpião

Oscar, oscar.quiroga@estadao.com.br, O Estado de S.Paulo

19 Abril 2011 | 00h00

Pequenos assuntos se desdobram fácil e rapidamente em reações desproporcionais porque o silencioso desespero, que antes era contido em nossa humanidade, agora se manifesta despudoradamente. O número de corações amargos, rancorosos e cheios de argumentos equivocados é esmagador. Associe isso ao poder numérico da democracia e comece a entender a razão do desmoronamento de nosso mundo conhecido. Corações amargos e rancorosos só têm uma pretensão: autodestruição. Porém, como além do rancor há também a fraqueza de caráter de ter se submetido a essa influência nefasta, a autodestruição adquire tonalidades vingativas e esses humanos que são maioria se ocupam de destruir aquilo sem o qual desesperam. Sim, o desmoronamento do mundo é também a época da loucura total, ampla e irrestrita.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Atropelar os acontecimentos significaria ser atropelado por eles também. O momento é complexo e nenhuma atitude seria forte o suficiente para simplificá-lo. Melhor seria aliar-se ao tempo e confiar no seu taco.

TOURO 21-4 a 20-5

É desconfortável deparar-se com o resultado dos erros cometidos que você teria preferido esquecer. Mas, ao mesmo tempo, essa seria a oportunidade de erradicar os mesmos para que nunca mais surpreendam negativamente.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Exceder-se nas críticas e não apresentar nenhuma solução acabará se tornando uma situação negativa para os seus planos de transformação. Por isso, apesar do desconforto, passe por cima do que tanto incomoda.

CÂNCER 21-6 a 21-7

É de esperar-se que aconteça jogo sujo, que pessoas tomem atitudes que não seriam próprias de humanos, mas de animais. Porém, você deve esforçar-se para não sentir que a situação convida a participar do jogo sujo.

LEÃO 22-7 a 22-8

Passos maiores do que a perna dão no que dão, todo mundo sabe. Mas a ambição contradiz o bom senso e mesmo você conhecendo os resultados da ousadia, a situação se repete incessantemente. Como dar fim a isso?

VIRGEM 23-8 a 22-9

É possível distorcer tudo até que se pareça com o que você deseja. Isso dará certo ar de vitória, mas o tempo passará e a distorção vai tornar-se evidente. Aí o ar de vitória se transformará em derrota.

LIBRA 23-9 a 22-10

Contemple calmamente as pessoas se esgoelarem e desesperarem, elas se comportam assim porque o decidiram e não porque não tenham outra opção. Seu esforço deve consistir em se envolver o menos possível com elas.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Continue colaborando ainda que perceba claramente que algumas pessoas não merecem sua ajuda. O ímpeto espontâneo da colaboração é sábio o suficiente para não precisar de aplausos nem de elogios.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Todo mundo quer ser maior e melhor, inclusive no sofrimento. No entanto, a melhora do mundo e a transformação dele em uma dimensão maior depende menos de competição e muito mais de colaboração mútua.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

As brigas de hoje terão de transformar-se no concílio de amanhã. Por isso, tenha em vista o verdadeiro destino das coisas para não perder tempo excessivo com situações que parecem importantes, mas que não o são.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Tudo está sendo tratado de forma desproporcional ao que verdadeiramente acontece. Isso terá de ser superado quanto antes, especialmente porque nenhuma decisão tomada nesse impulso traria resultados positivos.

PEIXES 20-2 a 20-3

As brigas acontecem por falta de flexibilidade e excesso de teimosia. Tudo terá de ser conversado em outro patamar diferente daquele que hoje parece o único e sem chance de se enxergar outra perspectiva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.