Desfiles do Fashion Rio trazem pernas à mostra

Craque em malharia e em moda jovem, a grife mineira Juliana Jabour levou ao Fashion Rio, nesta edição para o inverno 2008, possivelmente a coleção mais usável do terceiro dia de desfiles: vestidos lindinhos, em tecidos como georgette e tafetá de seda, sainhas e shorts curtos, tricôs para serem usados por cima deles, além de variados moletons e moletinhos. E muita viscolycra, rainha há algumas estações. ?Sinestesia? era a palavra-chave. ?Gostos que têm cheiro, imagens que têm sabor. Minha cabeça parece um liquidificador!?, esclarece Juliana. Nessa provocação dos cinco sentidos, utilizou verdes, azuis, cinzas e tons de branco. Estrelado pela top Marcelle Bittar, o desfile, acompanhado por clientes e fãs da marca - todos de olho nos sapatos-bota coloridos, um hit instantâneo -, foi bastante aplaudido. A Maria Bonita Extra, que em outubro passou a ser comandada pela também mineira Ana Luiza Magalhães, apresentou propostas para um inverno fresquinho. Vestidos na altura da coxa, às vezes de um ombro só, outras com as costas nuas, aparecem em cores alegres como pink, roxo, azul anil e vermelho. As saias eram rodadas. Para proteger as pernas, meias 7/8, usadas com sapatos de golfe multicoloridos ou mocassins de salto bem alto. A apresentação foi das mais concorridas. EstréiasEstreante na semana de moda carioca, a Homem de Barro, nascida em 2002 em Niterói, resgatou o Jornal das Moças, que fez a cabeça das mocinhas entre os anos 20 e 60. Algumas referências eram explícitas, como as estampas alusivas à publicação. Já a jovem estilista carioca Caroline Rossato combinou e descombinou cores como azul, marrom e mostarda em peças com inspiração art déco e muito couro, chamois e até pele de coelho. ?Pensei nos vitrais e nas cores que os compõem.? Já no Museu Histórico Nacional, a nobre Tessuti mostrou casacos leves, babados volumosos, formas balonês e muitos vestidos, longos e fluidos, criados por Clara Vasconcellos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.