Desenho de produtos norteia duas mostras

Duas exposições aparentementedistintas têm tudo para atrair a atenção do público interessadoem acompanhar a história e a evolução recente dos desenhos emateriais empregados na produção de objetos no País. De um ladoestá a já renomada exposição Brasil Faz Design, que chega a sua 5.ª edição reunindo no Museu Brasileiro de Escultura(MuBE) uma seleção de 100 produtos distintos, selecionados com oobjetivo de reforçar a parceria entre o design e a indústria ede ressaltar a crescente preocupação ecológica dos criadoresbrasileiros. A exposição, que já pôde ser vista na Itália, é bastanteampla, reunindo obras de 80 criadores (ou duplas de criação, umfenômeno comum no design brasileiro). E a diversidadeseguramente foi um dos objetivos dos curadores Marili Brandão eFábio Magalhães. Desta forma convivem no mesmo espaço o premiadoventilador da Plajete desenhado por Guto Índio da Costa e umcurioso e bem-humorado projeto de chinelos de Raquel Cavalli,que alia a rusticidade e simplicidade do desenho a um objetivobem menos evidente: o da limpeza, graças às escovas acopladas àsola. O tecido Treetap (que valoriza a borracha natural daAmazônia), adotado pela Hermès, também é um dos atrativos daexposição. A mostra também tem dois homenageados, os designers JoséCarlos Bornancino e Nelson Ivan Petzold, que desde 1958desenvolvem uma série de utensílios em parceria com asindústrias. Na contramão dessa profissionalização do design está amostra de artesanato paulista organizada pelo Sebrae. Com otítulo de Arte que Vale, a exposição reúne no Museu da CasaBrasileira uma série de exemplos da produção artesanal paulista.Apesar de tentar surfar no vácuo da Casa Cor - adotando comocritério expositivo o mesmo do megaevento e showroom dadecoração -, a mostra reúne uma série de técnicas artesanaistípicas do Estado e que vêm sendo resgatadas e salvas daextinção graças ao treinamento de novos artesãos pelo Sebrae.Dentre as técnicas apresentadas estão a renda nhandoti, de DoisCórregos, o trançado estrela de Olímpia e os objetosconfeccionados com casca de laranja, bagaço de cana e fibra debanana.Serviço - Brasil Faz Design. De terça a domingo, das 10 às 19 horas. MuBE.Avenida Europa, 218, tel. (11) 3081-8611. Até 25/8. Patrocínio:Sebrae, Revista Casa Claudia, Shopping Lar Center e Ministérioda CulturaArte que Vale. De terça a domingo, das 13 às 18 horas. R$ 5,00. Museu da Casa Brasileira. Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2.705,tel. (11) 3032-2564. Até 30/7.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.