Desejos e necessidades

A Lua que transita por Capricórnio se aproxima da fase quarto crescente.

Quiroga, O Estado de S.Paulo

13 de outubro de 2010 | 00h00

Para os desprovidos de vontade de aceitar a verdade, nenhuma evidência seria suficiente para convencê-los. Assim funciona a alma humana, só vê o que deseja ver porque sua visão se circunscreve ao que deseja. O desejo é o pai do pensamento e a necessidade é a mãe do invento. Enquanto isso, nossa humanidade é filha do desejo e da necessidade. Há algo mais para se experimentar? Muito mais, a misteriosa experiência de Ser que transcende as dualidades provocadas pela satisfação ou frustração de desejos e necessidades. O barulho infernal provocado pelas infindáveis personalidades humanas que só veem o que seus desejos lhes permitem nunca ofuscará o Ser, que a tudo observa compassivamente e outorga graça a quem merecê-la.

ÁRIES 21-3 a 20-4

A clareza vai ficar para outra ocasião, por enquanto as tortuosidades e distorções tendem a tomar conta da consciência. Porém, nada disso será o fim do mundo, apenas um motivo para temperar sua alma e deixá-la tinindo.

TOURO 21-4 a 20-5

O tempo da preparação será sempre superior ao da execução. Isso, claro, quando as coisas são bem-feitas. Do contrário, as pessoas ficam pensando e nada fazem, e quando chega a hora de fazer não estão devidamente preparadas.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

As coisas chatas não acontecem aleatoriamente nem tampouco têm por des-tino atazanar sua alma. Essas coisas chatas acontecem para que você desenvolva mais zelo e cuidado em tudo que fizer, para que seu trabalho brilhe.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Saia da toca quanto antes! Porém, sem perder a elegância nem o tato. Você terá de expor-se além do que pareceria seguro, mas fazendo isso em nome de objetivos maiores e melhores, que mal haveria nisso?

LEÃO 22-7 a 22-8

Que haveria na vida que fosse desvincula-do de relacionamento pessoal ou social? Nada! Impossível sequer imaginar algo humano que não aconteça, influencie ou ressoe com força na dinâmica de algum relacionamento.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Ter muito, mas ser pouco, eis o mal que assola nossa civilização moderna. Ter muito garante simpatia e aplausos, mas nunca se po-derá saber se os elogios serão sinceros ou motivados por interesses secundários.

LIBRA 23-9 a 22-10

O normal é ter a mente cheia de preocupações. Por isso, uma medida de segurança como a que começa a ser sentida precisa ser aproveitada em toda a sua extensão e profundidade, ainda que dure apenas um momento fugaz.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Se quiser que algo aconteça do jeito desejado, então você deve tomar atitudes concretas. Ficar somente na imaginação, ou pior, ficar criticando o que for contrário aos seus desejos, isso seria ficar aquém do possível.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Cada ponta solta que nossa alma deixa pelo caminho retorna um dia na forma de chicotes a nos fustigar até que limpemos a área que constantemente protelá-vamos a um futuro incerto. Esse futuro chegou, é agora.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Confiando no próprio esforço se consegue avançar até certo ponto. A partir desse, somente o estabele-cimento de laços de cooperação mútua conseguiria reali-zar a façanha de ir além do que teria sido imaginável.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Menos aventura e mais segurança pragmática, assim é a nota dominante na parte do caminho que come-

çará logo mais. Por enquanto, reduza a largura do panorama imaginário e se dedique com afinco a realizar o possível.

PEIXES 20-2 a 20-3

As coisas mudam, em alguns casos se convertem no sentido que nos agrada, noutros descambam para

o lado que nos desagrada. O que fazer com isso? Viver em constante ansiedade? Isso não seria digno de sua natureza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.