Deputados mexicanos querem multar Miley Cyrus por uso indevido da bandeira do país

Deputados mexicanos querem multar Miley Cyrus por uso indevido da bandeira do país

A cantora e sua equipe podem ter de pagar U$1.200 ou serem detidos por 36 horas

REUTERS

18 Setembro 2014 | 10h21

Uma Assembleia Legislativa estadual no México pediu que o governo federal multe a cantora Miley Cyrus, após um de seus dançarinos ter dado tapinhas no bumbum da cantora com uma bandeira mexicana, enquanto ela fazia seus movimentos de dança durante uma apresentação no dia da independência do país.

Cyrus, de 21 anos, que se mantém nas manchetes por seu reconhecido uso de drogas, danças sexualmente sugestivas e por vestir-se minimamente em um vídeo musical, apresentou-se em Monterrey, no Estado nortista de Nuevo León.

O deputado local Francisco Trevino disse que a Assembleia Legislativa de Nuevo León havia aprovado um pedido ao Ministério do Interior de aplicação da lei quanto ao uso da bandeira.

Ela e sua equipe podem ser multados no total de cerca de 1.200 dólares ou serem detidos por 36 horas, disse Trevino.

Autoridades mexicanas são frequentemente sensíveis sobre sinais de desrespeito a seus símbolos nacionais. Em 2008, a cantora Paulina Rubio foi multada por posar sem roupas, mas envolta na bandeira do país.

(Por Gabriela Lopez)

Mais conteúdo sobre:
GENTE MILEYCYRUS MEXICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.