Depardieu será Strauss-Kahn

O ator Gérard Depardieu vai viver Dominique Strauss-Kahn, o ex-diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), no cinema. "Vou fazer porque não gosto dele", declarou o francês em entrevista à Rádio Televisão Suíça (RTS). "Ele não é gentil. Acho que é um pouco como todos os franceses, um pouco arrogante. Ele é muito francês, arrogante, esnobe; é interpretável", declarou Depardieu sobre o porquê de ter aceitado o papel no filme, que será dirigido pelo americano Abel Ferrara e rodado em Paris, Washington e Nova York ainda este ano. No elenco estará também a francesa Isabelle Adjani. / FRANCE PRESSE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.