Dennis Quaid faz acordo com hospital por erro com gêmeos

O ator Dennis Quaid e sua esposa obtiveram um acordo de 750 mil dólares com um hospital de Los Angeles por causa da overdose acidental que seus gêmeos recém-nascidos sofreram com um medicamento para afinar o sangue. O acordo entre o casal Quaid e o Centro Médico Cedars-Sinai, um dos principais hospitais dos EUA, foi detalhado em um documento apresentado na segunda-feira à Corte Superior de Los Angeles. Os gêmeos Thomas Boone e Zoe Grace, então com duas semanas, receberam inadvertidamente uma dose mil vezes superior do medicamento Heparin quando estiveram internados no Cedars-Sinai, em novembro de 2007. Quaid ("Ponto de Vista", "O Dia Depois de Amanhã") disse que o erro deixou o sangue dos gêmeos com a consistência da água. Em maio, afirmou que os filhos quase morreram, mas se recuperaram em uma semana, embora as sequelas sejam desconhecidas. O hospital na época pediu desculpas pelo erro. Dennis e Kimberley Quaid não processaram o Cedars-Sinai, mas citaram-no como "possível réu" num processo contra o fabricante do Heparin. O hospital ainda não se manifestou sobre o acordo. (Reportagem de Alex Dobuzinskis)

REUTERS

16 de dezembro de 2008 | 19h56

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEQUAIDHOSPITAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.