Denise Stoklos faz retrospectiva de 42 anos de carreira

Autora do 'teatro essencial' focado no ator, dramaturga apresenta espetáculos e dá palestras no CCSP

Carolina Spillari, do Estadão.com.br,

26 de novembro de 2010 | 11h00

  

 

Peças e palestras são o convite para espectadores e atores entrarem no mundo de Denise Stoklos, que pode ser explorado no CCSP, entre os dias 26 de novembro e 12 de dezembro. A atriz combina política em comentários circenses, mímica, androginia, mágica e gestos brechtianos assim como "os caminhos em cada gênero, sexualidade, poder, e obrigações familiares em pele feminina", assinala Diana Taylor, professora da New York University, na abertura de trabalho premiado sobre o teatro na América Latina.

 

O programa da retrospectiva consiste de peças e palestras na sequência, que percorrem a trajetória do trabalho de 42 anos da atriz.Ela já se apresentou em 31 países e em 7 idiomas. O primeiro espetáculo será Louise Bourgeois, dedicado aos pensamentos da artista, reconhecida no mundo inteiro e autora da escultura gigante de uma aranha em frente ao Tate Modern em Londres, que tem uma cópia de menores proporções no Museu de Arte Moderna (MAM) em São Paulo. Louise Bourgeois estará em cartaz nos dias 26 e 27 às 21h e no dia 28, às 20h.

 

Já Mary Stuart remete ao início da linguagem criada pela atriz, diretora, autora e coreógrafa do "Teatro essencial", voltado ao ator. Disposição e proatividade são seus lemas. "Teatro sem sala qualquer um pode fazer, basta se colocar dessa forma", incita a "multidramaturga". Para Denise, no teatro o ator é base de tudo. "Não dá para o ator ficar em casa esperando o diretor ligar para trabalhar", argumenta. Mary Stuart poderá ser visto nos dias 3 e 4 de dezembro, às 21, e no dia 5, às 20h.

 

Vozes Dissonantes protesta contra a exclusão social no país. Segundo Stoklos, contribuem para esse cenário, os grandes concentradores de renda. Em 1968, com 18 anos, ela vivenciou o auge dos movimentos de esquerda em todo o mundo, que lutavam por causas sociais. O espetáculo terá vez nos dias 8 e 9 de dezembro, às 21h.

 

O ciclo será encerrado com Calendário de Pedra, enredo elaborado a partir de poesia de Gertrude Stein sobre o passar de um ano com enfoque no tempo. "Na adaptação, o que importa é a personagem condutora, inominada e sem referências ao público", conta a sinopse da peça a ser apresentada nos dias 10 e 11 de dezembro às 21h e domingo, às 20h.

 

Para Denise, qualquer trabalho artístico é sinônimo de inconformismo. "Não há como refletir sobre a vida sem criticar", argumenta. O potencial de inter-relação entre as pessoas e os acontecimentos nos dão chance de mudança ampla. "Nós todos podemos fazer o mundo vir a ser o tempo todo e isso faz parte do teatro", diz.

 

 

Serviço

 

Espetáculos + palestras: Denise Stoklos apresenta repertório

 

Quando:

 

Novembro. Louise Bourgeois - 26, 27, sexta e sábado às 21h e dia 28, domingo, às 20h

Dezembro. Mary Stuart - 3 e 4, sexta e sábado às 21h. Dia 5, domingo, às 20h

Vozes Dissonantes - 8 e 9, quarta-feira e quinta-feira, às 21h

Calendário da Pedra - 10 e 11, quinta-feira e sexta-feira, às 21h. Dia 12, domingo, às 20h

Duração: 50 minutos

 

Onde: Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000)

 

Quanto: R$ 20,00 (inteira)

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.