Declarações não diminuem o impasse

Na quinta, primeiro dia das audições dos músicos da OSB, apenas seis artistas, que ocupam postos temporários, compareceram às provas. Durante manifestação na manhã de quinta no Ministério do Trabalho, os músicos exibiam cartas da Fundação OSB, suspendendo artistas pelo não comparecimento às provas e ameaçando demissão caso não apareçam nas novas datas marcadas. Algumas cartas foram recebidas antes da data das avaliações. "Coisas assim nos fazem questionar as boas intenções da fundação", diz Luzer David, presidente da associação dos músicos. Em carta no Facebook, o presidente do Sindicato das Orquestras Alemãs orientou os artistas a não participarem das audições.

João Luiz Sampaio, O Estado de S.Paulo

12 de março de 2011 | 00h00

"É simplesmente ilegal. Uma vez contratado, é responsabilidade individual do músico se reciclar. (...) Promover audições não é uma maneira de aumentar os padrões artísticos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.