Deborah Secco: de garotinha a símbolo sexual

"Não falo sobre minha vida pessoal", costumam declarar celebridades, evitando as questões indiscretas. Mas a desculpa tem soado em vão quando o assunto é Deborah Secco, 22 anos. Pudera. Em menos de um ano, a jovem viveu fortes emoções. Todas devidamente registradas em entrevistas e fotos.Neste domingo, a atriz apareceu aos prantos no Domingão do Faustão no quadro Arquivo Confidencial. "Nos bastidores, ela falou que aqueles depoimentos representavam ela mesma", disse Maurício Sherman, diretor do programa. Entre as declarações, uma se destaca: a de Rogério Gomes, o ex-marido, dizendo a todo o País que perdoava e ainda amava Deborah.Em oito meses, ela revelou o corpo ao público em três ensaios sensuais - para as revistas VIP e Playboy e para o site Paparazzo. E na semana passada, durante a entrevista coletiva de O Beijo do Vampiro, deixou escapar da blusa um dos seios turbinados por silicone, fazendo a festa dos fotógrafos.A vida amorosa também passou por mudanças. Nos últimos dez meses, Deborah desfez o casamento com o diretor Rogério Gomes por causa do ator Maurício Mattar, seu parceiro da novela A Padroeira. Terminou o romance com o ator, um mês depois reatou o namoro com juras de amor na capa de uma revista semanal, mas dias depois pôs fim ao relacionamento novamente, gerando boatos, espalhados por Mattar, de que ela estaria apaixonada por um colega de O Beijo do Vampiro, o que fez duas atrizes tremerem nas bases.Flávia Alessandra, que na mesma época terminou o casamento com o diretor da novela, Marcos Paulo, declarou que Deborah não tinha sido a responsável pelo fim de seu casamento: "É um absurdo! Não foi nada disso!" Então as apostas se voltaram para o colega Alexandre Borges, com quem tem trocado beijos calientes nas cenas da novela. "Estamos muito bem", desmentiu Julia Lemmertz, mulher de Borges, que também está na mesma novela, aos beijos com o maridão durante a festa de lançamento de O Beijo do Vampiro, realizada domingo no Copacabana Palace, no Rio.Comportada - Na festa, Deborah Secco apareceu bem comportada - de calça preta, camisa social branca e gravata. Era a mais vestida da festa. Diante das fofocas, Deborah diz: "Não sou devoradora de homens, nem destruidora de lares. Chorei muito, mas isso agora acabou. Mais cedo ou mais tarde as pessoas vão me respeitar."A exposição de Deborah é grande porque há sete anos ela tem engatando um trabalho atrás do outro - e muitas emoções ainda deverão vir por conta do lançamento de seus três filmes. Deborah faz uma moça ingênua e fatal (de novo!) em A Cartomante e deverá interpretar Ângela Diniz em Quem Ama Não Mata, que retrata o polêmico assassinato da socialite mineira (trabalho no qual vai contracenar novamente com Alexandre Borges). Está também no novo filme de Xuxa, Duendes 2: No Caminho das Fadas, dirigido por Rogério Gomes, o ex-marido."Deborah sempre foi assim, uma garota intensa", diz Daniela Valente, sua colega do seriado Confissões de Adolescente. "Lembro do dia em que ela chegou esfuziante, dizendo que havia perdido a virgindade. Mas ela é mais talentosa do que sua vida pessoal. Pena que a imprensa só retrata isso." Neide Lira, sua madrinha e assessora, garante: "Ela é uma atriz maravilhosa. E só vamos tratar sobre a vida profissional. Ela já falou demais sobre a pessoal. Agora chega!" Será?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.