De cabeça baixa, Gisele desfila com jeans branco e boca-de-sino

Gisele Bundchen abriu o desfile daColcci, na noite de domingo, de cabeça baixa e escondendo oolhar, após quatro anos de ausência no São Paulo Fashion Weekapós. A top fez apenas duas entradas, em vez de três, como haviainformado a estilista Jéssica Lengyel. Em ambas usou calças bemjustas -- uma em jeans branco, e a segunda com boca-de-sino desarja branca e roxo em tie-dye. Um vestido de crochê curto e semitransparente, que oestilista da grife Adriano Kerscher apresentou à Reuters nocamarim como sendo de Gisele, foi usado pela top Ana ClaudiaMichels. O vestido estava em uma arara separada no camarim, juntocom os outros looks que Gisele usou, cada um com uma foto datop com a roupa provada. A marca não foi encontrada paraexplicar o motivo da mudança de última hora. Os dois looks que Gisele usou, no entanto, não foramconsenso entre especialistas. "Gisele estava infeliz com aquela roupa, muito feia mesmo",disse Mariana Rocha, consultora de moda e professora deestilismo da Faculdade Santa Marcelina. "E só porque ela desfila as pessoas vão acabar comprandouma roupa que parece mais de camelô, mas que nem barato custa",acrescentou. Já Helen Pomposelli, consultora e editora de moda, aprovouos dois looks de Gisele, especialmente os tops. "O segundo top que ela usou, com volume, é uma tendênciaque vai vir muito forte", disse Helen sobre a peçatomara-que-caia verde. A grife apostou em tecidos naturais, como algodão e seda,além das técnicas manuais de lavanderia para calças jeans ediversos macacões e macaquinhos. Algumas lavagens vieram em tomcru, branco, e outras em azul bem claro. A entrada de Gisele na passarela olhando para baixo namaior parte do tempo, além de causar estranhamento, tambémsuscitou críticas. "Achei um absurdo ela ter andado o tempo inteiro olhandopara o chão. Nem modelo iniciante toma essa atitude", disse ofotógrafo Dorival Zucatto, da editora Scala. "Ela apenaslevantou o olhar na hora da parada." O desfile da Colcci encerrou o penúltimo dia de São PauloFashion, que acontece no pavilhão da Bienal, no parque doIbirapuera.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.