Dê ao sublime Lord Jim sua nova chance

Yu-Gi-Oh! O Filme

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

10 de junho de 2010 | 00h00

14H15 NO SBT

(Yu-Gi-Oh! The Movie). Japão, 2004. Direção de Hatsuki Tsuji.

Animação baseada no mangá criado por Kazuki Takahashi em 1996. O herói é menino fascinado por jogo de cartas que possui poderes místicos. Nesta aventura, em particular, ele enfrenta demônio que sai das cartas para tentar dominar o mundo. Não é o caso de falar mal. As animações japonesas têm em Hayao Miyazaki seu grande nome. As demais tratam de monstros por meio de um imaginário algo banal e padronizado. Os cabelos, as cores, é tudo muito igual. Reprise, colorido, 90 min.

Conspiração Policial

23H15 NA BAND

(The Glass Shield). EUA, 1994. Direção de Charles Burnett, com Michael Boatman, Erich Andersonn, Bernie Casey, Richard Anderson, Elliott Gould, Wanda de Jesus, Ice Clube, Lori Petty.

Na linha de Serpico, policial clássico dos anos 1970 - direção de Sidney Lumet, com o jovem Al Pacino -, o cartaz da Band baseia-se na experiência pessoal de J.J. Jonson. Ele entra para a polícia de Los Angeles dotado de uma visão idealizada de sua função. Acha que vai combater o crime, ajudar as pessoas. Termina levando uma guerra interna ao descobrir que a delegacia em que está lotado é um antro de corruptos. O filme perde em comparação com o cult de Lumet, mas o dia está tão fraco na TV aberta que vale arriscar. Reprise, colorido, 109 min.

Intercine

2H20 NA GLOBO

A emissora exibe o preferido do público entre - Femme Fatale, de Brian de Palma, com Rebecca Romjin-Stamos, Antonio Banderas e Peter Coyote, sobre mulher que trai os parceiros durante assalto e foge, mas é clicada por fotógrafo e começa a caçada humana; o cineasta, cria de Alfred Hitchcock, homenageia o mestre do suspense mesclando elementos estilizados da tendência noir; e A Vida Marinha com Steve Zissou, de Wes Anderson, comédia excêntrica, bem na linha do diretor, sobre dublê de lobo do mar e documentarista da vida marítima; com Bill Murray, Owen Wilson, Cate Blanchett, Anjelica Huston, Willem Dafoe e Jeff Goldblum, um elenco de luxo (mais a participação de Seu Jorge).

Amanhã

A Globo exibe amanhã, no Intercine, o preferido do público entre - Tiro e Queda, de Kirk Wong, com Mark Wahlberg, Lou Diamond Phillips, Christina Applegate, Avery Brooks, Bokeem Woodbine e Robin Dunne, sobre assassino de aluguel do "bem" que é traído por amigos num caso de sequestro e precisa usar de todas as suas habilidades para sobreviver a caçada humana e devolver garota ao pai (EUA, 1998, fone 0800-70-9011); e A Agenda Secreta do Meu Namorado, comédia de Nick Hurran que trata de um tema sério, a quebra de confiança nas relações, durante o governo de George W. Bush, por meio da história de garota que é enrolada por produtora de TV e divulga no ar o caderninho de telefones e endereços do homem que ama, com as complicações daí decorrentes; Brittany Murphy, Holly Hunter, Kathy Bates e Ron Livingston estão no elenco (EUA, 2005, fone 0800-70-9012).

TV Paga

Lord Jim

16H45 NO TCM

(Lord Jim). EUA, 1965. Direção de Richard Brooks, com Peter O"Toole, James Mason, Curt Jurgens, Eli Wallach, Jack Hawkins, Paul Lukas, Daliah Lavi, Akim Tamiroff.

O mundo deveria dividir-se entre os que amam e os que amam nem tanto - porque desgostar é impossível - a adaptação que Richard Brooks fez do romance de Joseph Conrad. Peter O"Toole, marcado pelo tipo de herói atormentado que criou em Lawrence da Arábia - outro clássico, de David Lean -, vive o marinheiro que se acovarda diante da iminência do naufrágio de seu barco, o Patna, e vive endemoniado até ter sua segunda chance, ao combater com os habitantes de Patusan - Patna mais "us", nós -, os piratas que os exploram. Um belo, grande e raro filme, literário na essência, libertário no tom e com um elenco extraordinário. Você não vai esquecer a ex-Miss Israel, Daliah Lavi, como "The Girl" (a Garota). Reprise, colorido, 154 min. (O risco é que os filmes que a emissora exibe antes das 22 horas em geral passam dublados).

As Pontes de Toko-Ri

20 H NO TELECINE CULT

(The Bridges at Toko-Ri). EUA, 1954. Direção de Mark Robson, com William Holden, Grace Kelly, Fredric March, Mickey Rooney, Earl Holliman.

Baseado no romance de James Michener, o filme conta a história de advogado que vira piloto durante a Guerra da Coreia. Seus problemas em casa e na frente de combate servem a uma narrativa que, no limite, coloca em discussão não a guerra, em geral, mas aquela, em particular. Como a atual, do Iraque, sua motivação até hoje permanece confusa, se não injustificável. Vencedor do Oscar de efeitos - as cenas aéreas são espetaculares -, o cartaz da rede Telecine é o filme citado por Alain Resnais em Ervas Daninhas, em cartaz nos cinemas. Interrogado pelo Estado sobre o porquê da referência, Resnais disse ao Estado que a citação vem do livro de Christian Gailly (e do roteiro). Já estava lá e ele não viu motivo para mudar. Simples assim. Reprise, colorido, 103 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.