David Lloyd, co-autor de <i>V de Vingança</i>, vem desenhar SP

David Lloyd, desenhista da série V de Vingança, escrita junto com Alan Moore em 1989, chega a São Paulo nesta sexta-feira para registrar suas imagens. O autor vem dar continuidade à iniciativa da Editora Casa 21 em chamar renomados desenhistas para mostrar várias faces das cidades brasileiras. "Ele participará da pré-produção do livro sobre a capital paulista para a série Cidades Ilustradas. Nas duas semanas em que visitará São Paulo, recolherá informações, realizará esboços e tentará formar seu ´olhar´ sobre a metrópole" - descreve o site da editora (www.editoracasa21.com.br). As obras anteriores da Casa 21 mostram o Rio de Janeiro, desenhado pelo francês Jean le Guay, Belo Horizonte por Miguelanxo Prado, Curitiba por Cesar Lobo, Salvador por Marcello Quintanilha, Belém por Jean-Claude Denis, e Cidades do Ouro por Marcelo Lelis. Cada uma custa delas R$ 55,00 e estão disponíveis no site da editora. Para quem não conhece, o nome David Lloyd é o único ligado à versão cinematográfica de V de Vingança. O escritor da obra original, Alan Moore, fez questão de se desligar (legalmente) de qualquer produto associado ao filme. Restou a Lloyd assumir a autoria. O que não significa algo menor.Seu trabalho na HQ original V de Vingança é primoroso e audaz. De um traço duro e consistente, ancorou na memória dos leitores a imagem de uma Inglaterra futurista encharcada de totalitarismo. Com um olhar detalhista, Lloyd trouxe à tona de forma delicada preciosidades de um mundo solapado pela violência. Sutis raridades de um humanitarismo nostálgico.Lloyd é capaz de mostrar que mesmo no ambiente mais estéril há espaço para beleza e virtudes. Mesmo no caos há momentos de esperança. Se esse é o caso de São Paulo, vejamos o que ele terá a nos dizer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.