David Fincher e a criação do Facebook

O Amor Acontece

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

06 de novembro de 2012 | 02h09

15H45 NA GLOBO

(Love Happens). EUA, Canadá, 2009. Direção de Brandon Camp, com Aaron Eckhart, Jennifer Aniston, Dan Fogler, Martin Sheen, John Carroll Lynch, Judy Greer.

Aaron Eckhart faz escritor viúvo que vira fenômeno editorial com um livro de autoajuda sobre como lidar com a dor da perda. Jennifer Aniston se envolve com ele, mas percebe que o cara não pratica o que prega e permanece ligado na lembrança da ex-mulher. Bons atores, mas não espere demais. Inédito, colorido, 109 min.

Garota Morta

22H30 NA REDE TV

(Dead Girl). EUA, 2007. Direção de Karen Moncrieff, com Toni Collette, Brittany Murphy, Marcia Gay Harden, James Franco, Giovanni Ribisi.

Decididamente, o dia hoje está pesado e, após a dificuldade de Aaron Eckhart em lidar com a perda, o assunto volta à noite na Rede TV. A morte de garota cheia de problemas termina por relacionar várias pessoas - o que tinham em comum com ela? O diretor Moncrieff fez um filme baixo-astral, mas o elenco é tão bom que você só não vai se envolver se não sintonizar no horário (e na emissora). Reprise, colorido, 85 min.

Doce Novembro

22H45 NO SBT

(Sweet November). EUA, 2001.

Direção de Pat O'Connor, com Keanu Reeves, Charlize Theron, Jason Isaacs, Greg Germann.

O remake do filme homônimo de Robert Ellis Miller, com Sandy Dennis e Anthony Newley, de 1968, mostra Charlize Theron como mulher que pede a Keanu Reeves um mês para que possa mudar a vida dele. Um filme esquisito - a situação não parece espontânea nem verossímil, o elenco atua com certo constrangimento, mas de alguma forma o resultado pode afetar o espectador, levando-o a (re)avaliar a própria vida. No limite, é mais um filme a falar de morte - o terceiro na programação da TV aberta desta terça-feira. Reprise, colorido, 119 min.

A Mulher e a Câmera

0 H NA CULTURA

(Shooting Women). EUA, 2008. Direção de Alexis Krasilovsky.

Durante sete anos, a diretora acompanhou as atividades de uma cinegrafista que filma em zonas de combate, no fundo do mar e também acompanha astros e estrelas de Hollywood e Bollywood. Menos de uma hora é pouco para dar conta de tanta informação. Reprise, colorido, preto e branco, 53 min.

A Coragem de Lassie

0H NA REDE BRASIL

(Courage of Lassie). EUA, 1946. Direção de Fred M. Wilcox, com Elizabeth Taylor, Frank Morgan, Tom Drake, Selena Royle.

No terceiro filme com a collie mais famosa do cinema, Elizabeth Taylor tenta reabilitar Lassie, que voltou traumatizada da guerra. Liz, aos 14 anos, é um assombro e a curiosidade é que a cadela, no filme, é um macho e se chama 'Bill'. Reprise, colorido, 92 min.

Sherlock Holmes e a Arma

Secreta

4H45 NA REDE BRASIL

(Sherlock Holmes and The Secret

Weapon). Inglaterra, 1942. Direção de William Neill, com Basil Rathbone, Nigel Bruce, Lionel Atwill, Kaaren Verne, William Post Jr., Dennis Hoey, Mary Gordon, Holmes Herbert.

Sherlock Holmes participa do esforço de guerra e investiga o desaparecimento de cientista que inventou arma contra os nazistas. Seu inimigo, o Professor Moriarty, pode estar por trás do rapto. Basil Rathbone tem physique du rôler para o papel, mas o curioso é que não se assemelha em nada com o Sherlock de Robert Downey Jr., na série de Guy Ritchie. Reprise, preto e branco, 68 min.

TV Paga

A Rede Social

19H45 NO MAX

(Social Nework). EUA, 2010. Direção de David Fincher, com Jesse Eisenberg, Justin Timberlake, Andrew Garfield, Rooney Mara, Max Minghella.

A história de como Mark Zuckerberg e seus amigos criaram a maior plataforma de comunicação do mundo - o Facebook - e ele terminou sozinho. Um filme complexo e fascinante, sobre uma juventude que se corrompe e trai os próprios ideais. David Fincher é um grande diretor, e o filme é apenas mais uma prova disso. Reprise, colorido, 140 min.

400 contra 1 - Uma História do Crime Organizado

22 H NO CANAL BRASIL

Brasil, 2010. Direção de Caco Souza, com Daniel de Oliveira, Branca Messina, Daniela Escobar, Fabrício Bolieira, Negra Li, Willian J. Shakespeare.

Nos anos 1970, no presídio da Ilha Grande, William (Daniel de Oliveira) lidera o grupo que começa a organizar os presos e a lutar por direitos e contra maus-tratos. Desse grupo sairá o Comando Vermelho que, nos anos 80, realiza audaciosos assaltos a bancos, no Rio. Nos últimos anos surgiram filmes como Quase Dois Irmãos, de Lúcia Murat, Alerta Geral, de Sérgio Rezende, e este. Com resultados desiguais - uns são melhores que outros -, tentam dar conta da situação da criminalidade no País e ajudam a entender erupções de violência e confrontos com policiais que hoje ocorrem nas grandes cidades. Daniel de Oliveira é ótimo no papel, ele que também dá um show em Boca, de Flávio Frederico, que ainda permanece em cartaz (em horários alternativos). Reprise, colorido, 98 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.