Datanexus libera consulta aos dados de audiência

O Datanexus, instituto concorrente do Ibope na medição de audiência na TV brasileira, abriu seus dados para todo e qualquer mortal. Há alguns dias, a empresa - que em julho ameaçou fechar as portas por falta de clientes - resolveu liberar via internet a consulta de sua medição de audiência na Grande São Paulo, em tempo real, para qualquer internauta. Para acessar os dados basta entrar no site www.datanexus.com.br, digitar seus dados e pegar uma senha. "Desde que o SBT pensou em rescindir o contrato em julho, e voltou atrás, resolvemos nos mexer mais para manter o Datanexus funcionando", fala um dos criadores do instituto, Alfonso Aurim. "Queremos mostrar para as pessoas o nosso trabalho, como ele funciona. Essa foi a maneira que encontramos de divulgar melhor nossa pesquisa. Os dados ficarão em livre acesso até o fim do ano. É a nossa última tentativa." O instituto foi criado há cerca de um ano graças a um investimento de R$ 4 milhões feito por Silvio Santos. Desde o início, o único cliente da empresa é o SBT, que paga R$ 160 mil por mês pelas pesquisas. No fim de junho, o contrato do Datanexus com o SBT venceu e a emissora ameaçou não renová-lo, o que decretaria o fim do instituto. Dias depois, SS voltou atrás e renovou o contrato - com valores revistos - por mais alguns meses. Desde sua criação, diretores do Datanexus tentam vender suas pesquisas para as outras emissoras, sem sucesso. Segundo Aurim, alguns programas do SBT e sites da internet já estão divulgando o acesso livre do Datanexus ao público. "Os apresentadores podem falar sobre o site, mas não devem divulgar números de audiência nem falar quem está na liderança", fala Aurim. "Não queremos influenciar o telespectador." Coincidentemente, o Ibope acaba de colocar no ar seu novo portal, com o mesmo endereço (www.ibope.com.br), mas todo repaginado. O instituto não abrirá para não-assinantes o acesso a dados de audiência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.