Daniella Cicarelli assume ter errado com a imprensa

Depois da enorme repercussão na imprensa sobre sua festa de casamento com o jogador Ronaldinho, Daniella Cicarelli foi ao programa Domingão do Faustão para dar a sua versão dos fatos. Antes da presença da modelo e apresentadora, o próprio Ronaldo falou ao vivo, de Madri. "O casamento foi lindo, inesquecível", disse o craque. E, claro, fez declarações de amor à mulher. "Quero passar o resto da vida com ela". Por volta das 19:30, Daniella entrou no palco, exibindo seu enorme sorriso. Sobre a restrita lista de convidados, Daniella disse que ela e Ronaldo, desde o começo, não queriam fazer uma festa grande. "Eu não sou fã de festa", ela disse. A apresentadora também explicou que o número reduzido de convidados, 250, foi uma imposição para que a cerimônia fosse realizada no Castelo de Chantily, que comporta no máximo 350 pessoas, contando as que trabalhariam na festa. "Fizemos a lista com o coração na mão", disse. "Tivemos que casar na Europa porque o Ronaldo só teve um dia de folga", acrescentou.Daniella disse que errou ao abrir uma pequena brecha para a imprensa, ao anunciar o noivado na televisão, e depois buscar privacidade no casamento. "Eu, Daniella, cometi um erro. As pessoas têm que entender que eu saí do meu mundo que era pequeno e entrei num mundo muito maior, por estar casando com ídolo mundial. (...) As pessoas tinham que entender. Era um casamento pequeno, só de família."Sobre o assunto mais comentado pela imprensa após a festa, a expulsão da modelo Caroline Bittencourt, Daniela falou com tranqüilidade, sem mostrar aborrecimento com o fato. Como não poderiam entrar mais que 350 pessoas no castelo, havia uma lista, na entrada, com o nome de todas as pessoas que poderiam entrar. "Até o meu nome e o do Ronaldo estavam na lista", disse. Caroline, no entanto, teve acesso à festa com Flávio Briatore, da Fórmula 1. "Ouvi dizer que ele é amigo da pessoa que administra o castelo e entrou pela casa dele". Foram os seguranças que alertaram Daniella e Ronaldo dos penetras. "Entraram pessoas por outra porta e quando seus convidados chegarem eles não poderão entrar", teriam dito os seguranças ao casal. Esse teria sido o motivo da expulsão, segundo Daniella, e não o fato de Caroline ter sido namorada de um ex da apresentadora. "Se o ex era dela, era meu também. E no dia do casamento é mais ex ainda", brincou. Quanto ao problema da cor do vestido de Caroline, que disseram ser branco, mas que a modelo exibiu em uma coletiva de imprensa para provar ser bege, Daniella fez piada. "Não tenho nem idéia, estava tão nervosa naquele dia que não lembro nem da cor da roupa da minha avó". Faustão não deixou de fazer nenhuma pergunta, nem mesmo as mais indiscretas. "É verdade que você foi aos berros até a porta para vê-la ser expulsa?", perguntou. Sem perder o jogo de cintura, Daniella respondeu que "jamais faria isso". Se conhecia Caroline, Daniella foi enfática: "Não conheço, não tenho nada pessoal". A apresentadora disse, sem citar o nome, que Álvaro Garnero, namorado de Caroline e amigo de Ronaldo, ligou para o jogador pedindo um convite a mais, que foi negado. "Os convidados sabem quem foi e quem não foi convidado. Muita gente pediu para levar acompanhante, mas não era justo a gente liberar para alguns. A gente não abriu para ninguém".Sobre as fofocas a respeito de seu relacionamento com sua mãe e com sua avó, Daniella foi direta: "Minha mãe, é óbvio, foi convidada. Tanto para o noivado, como para o casamento. Ela não foi a nenhum dos dois, porque tem medo de avião". "A minha avó sempre teve uma relação distante da família. Faz 15 anos que não a vejo. E me surpreendi ao vê-la na televisão dizendo que não a convidei para o casamento. Todo mundo tem problema de família. Não deixei a minha família de fora".Daniella também negou as fofocas de que não teria um bom relacionamento com a mãe de Ronaldo e que uma briga entre as duas teria feito o jogador vir de surpresa para o Brasil, em 27 de janeiro. "Tenho um ótimo relacionamento com a dona Sônia. Não ia ser briga minha com a mãe dele que faria ele vir para cá". "Dizem que você está mudando tudo na vida do Ronaldo", disse Faustão. "O Ronaldo tem uma super personalidade. As pessoas falam como seu eu chegasse para ele e dissesse: ´Ronaldo, faz isso´. Não é assim". Para concluir a entrevista, além de exibir uma fita com uma declaração de Ronaldo para a mulher, o programa exibiu uma série de entrevistas com familiares de Daniella. Os depoimentos dos avós paternos, do pai, da mãe e da sogra levaram Daniella às lágrimas. Dona Sônia aproveitou para fazer um apelo para a mídia. "Dêem uma trégua, dêem uma oportunidade ao Ronaldo. Ele já sofreu muito", disse, chorando. A apresentadora brincou com a situação difícil que se seguiu ao casamento. "A gente quer passar por essa fase. Viver nossa lua-de-mel. A gente passou por uma coisa juntos e isso fortaleceu a gente. A gente casou e em vez de ter uma lua-de- mel, a gente teve uma ´lua-de-melda´".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.