Daniela Cicarelli: muitas propostas e poucas cantadas

Mineira de Belo Horizonte, a modelo Daniela Cicarelli nem bem tinha chegado a São Paulo quando caiu dentro de um estúdio da Globo para fazer uma ponta em As Filhas da Mãe e ficou 50 capítulos. Aos 23 anos, tornou-se a musa do verão ao apresentar Notícias de Bikini, na MTV. Foi assediada por vários canais, mas decidiu ficar. Hoje, está no comando de Daniela no Mundo da MTV. Nesta entrevista, ela conta como foi o começo, as propostas e o que pretende ser.Seu programa é improvisação mesmo ou você se prepara antes de entrar no ar?Daniela - O improviso é total na hora de fazer, mas eu me preparo, sim, para não chegar no artista e começar a conversa com "e aí?"Antes de estrear na MTV você passou pela Globo. Como chegou lá?Foi quando cheguei a São Paulo. Tinha feito um comercial da Pepsi e a produção de As Filhas da Mãe me chamou para fazer uma ponta de quatro capítulos, mas fiquei por 50 capítulos.E como foi essa experiência?Ficava muito nervosa com os textos para decorar. E olha a responsabilidade, eu era noiva do Reynaldo Giannechini, nora do Raul Cortez, tinha tido um caso com o Tony Ramos, brigava com a mulher dele, que era a Cláudia Ohana, e contracenava com a Fernanda Montenegro. Na gravação de uma festa com todos eles, eu me apavorei: O que eu estou fazendo aqui? Quero ir para casa, voltar a fazer Administração e trabalhar para o meu pai...Ser atriz era o seu objetivo?Nunca, acho que estava no lugar certo, na hora certa. Acredito em destino. Aproveito todas as oportunidades, mas tenho muito o que aprender.Você aceitaria convite de outra emissora?Já apareceram convites da Marlene Mattos para o Jovens Tardes (Globo) e da Band. O SBT me chamou para ser protagonista em A Pequena Travessa, mas meu coração não pulou e meus olhos não brilharam. Preferi a MTV, que tem mais meu estilo, essa coisa de brincalhona.Têm saído notas na imprensa sobre uma disputa sua com a apresentadora Fernanda Lima. É verdade?Não existe nenhum tipo de confusão, não sei de onde tiraram isso. Eu e a Fernanda nos damos bem, já gravei com ela o Mochilão e amanhã vou gravar os bastidores do Fica Comigo.O que você quer ser: modelo, atriz ou apresentadora?O que eu gosto de fazer é apresentar. Na MTV, consegui ser como sou em casa. Fui contratada com meus defeitos e qualidades. Quem não gosta do meu trabalho não gosta de mim, porque não faço nenhum papel.Qual é o seu modelo de apresentadora?Ninguém consegue ser como ninguém. Admiro na Hebe o estilo de seu programa. Acho a Daniela Escobar chiquérrima no Superbonita (GNT). Marina Person é incrível no Meninas Veneno, se fosse eu, perderia a graça.Qual a saia justa que já passou no programa?Com a Paula Toller. Eu não sabia de uma polêmica por causa de uma gravação que ela fez do Baba Baby, da Kelly Key. Inocente, perguntei se ela tinha gravado um sucesso de outra pessoa. Ela fechou a cara e disse: "Não vou falar sobre esse assunto". Juro que perguntei sem querer.Seu cachê como modelo melhorou?O preço subiu. Hoje eu faço menos trabalhos por mais dinheiro e com mais qualidade.Você está rica?Estou rica de saúde, tanto que até fui doar sangue.Você leva muitas cantadas?Sabe que não? Tenho um público respeitoso, até tímido. E também muito brincalhão, por causa do estilo do meu programa, que não tem popozuda e nem teste de DNA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.