Daniel Radcliffe é o astro de A Mulher de Preto

O primeiro papel do ator inglês Daniel Radcliffe no cinema após o término da franquia Harry Potter é para um público completamente diferente daquele que se acostumou a assistir ao jovem bruxinho. No filme A Mulher de Preto, que estreia amanhã, Radcliffe interpreta o advogado Arthur Kipps. Seu personagem é pai de um garoto de 4 anos que pode perder o emprego no escritório de advocacia se não conseguir encontrar documentos que estão guardados dentro de uma mansão abandonada.

AE, Agência Estado

23 Fevereiro 2012 | 08h41

A escolha pelo papel é óbvia. O ator quer provar seu talento e não mais ser lembrado como o bruxinho de Hogwarts. Por enquanto, porém, é praticamente impossível desassociar a imagem de Potter a de Radcliffe. Afinal, foram oito filmes, mais de 400 milhões de livros vendidos e até um parque de diversão temático criado à imagem do famoso personagem.

A Mulher de Preto é uma história de terror e suspense ambientada no século 18. Na mansão abandonada, o advogado Kipps passa a ver uma misteriosa mulher de preto rondando o local. Antes mesmo de chegar a essa casa, ele já tinha sido hostilizado pelos moradores da pequena cidade onde está localizada. Há uma terrível crença local de que, sempre que a tal mulher de preto aparece, uma criança misteriosamente se suicida. Uma delas, inclusive, morre nos braços de Kipps depois de tomar água sanitária. Logo, a presença do rapaz é associada às aparições da mulher.

Assim, o personagem, além de lidar com uma assustadora assombração, tem de se preocupar com os vivos, que passam a ameaçá-lo. Tudo piora quando o fim de semana se aproxima, uma vez que seu filho virá à cidade para visitá-lo, e pode se tornar a próxima vítima da mulher de preto.

Dirigido por James Watkins (do terror Eden Lake, de 2008), o longa é baseado no livro homônimo de Susan Hill, com roteiro de Jane Golsmann (de Kick-Ass, de 2010). Com orçamento de US$ 16 milhões, até o momento, o filme já faturou US$ 46 milhões em bilheteria no mundo todo. Boa parte desse sucesso pode ser explicada pela legião de fãs de Harry Potter que se dispuseram a assistir a Radcliffe na nova empreitada. As informações são do Jornal da Tarde.

Mais conteúdo sobre:
cinemaDaniel Radcliffe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.