Dan Rather deixa de ser âncora do telejornal

Dan Rather, âncora do telejornal noturno CBS Evening News, da rede CBS, anunciou hoje que vai abandonar o posto em março, 24 anos após assumir o cargo no lugar de Walter Cronkite. O veterano âncora está passando por momentos difíceis, desde quando foi ao ar uma reportagem polêmica questionando o serviço militar do presidente George W. Bush na Guarda Nacional no programa 60 Minutes Wednesday, que depois foi divulgada como sendo baseada em documentos falsos. Rather, de 73 anos, disse que vai continuar trabalhando na CBS, como correspondente das duas edições do 60 Minutes. "Eu sempre fui e continuarei sendo um repórter investigativo de coração", ele disse. "Agora, vou procurar dedicar meu coração a esse tipo de reportagem em tempo integral". A CBS não mencionou quem seria o possível sucessor de Rather, que está na CBS por mais de quatro décadas e firmou seu nome com a cobertura política no governo Nixon. "Ele foi testemunha dos eventos mais importantes nos últimos quarenta anos e teve um papel crucial em manter o público americano informado sobre esses assuntos", disse o presidente da CBS Leslie Moonves.Um documento sobre o que aconteceu de errado na reportagem da Guarda Nacional deve ser divulgado em breve. Rather apresentou a matéria e no início defendeu-a das críticas. O anúncio de Rather acontece oito dias antes de seu rival da emissora NBC, Tom Brokaw, que deixará o Nightly News e será substituído por Brian Williams.A trinca formada por Rather, Brokaw e Peter Jennings, da ABC, está na liderança dos noticiários televisivos há mais de duas décadas. Rather ficou na frente na audiência, depois de Cronkite, durante os anos 1980, mas foi ocultado primeiro por Jennings e depois por Brokaw. Seu noticiário geralmente fica em terceiro lugar em audiência. Seu estilo duro de fazer jornalismo rendeu-lhe momentos únicos na carreira. Em 1987, ele abandonou o estúdio, deixando a CBS fora do ar, em protesto contra uma decisão de atrasar o noticiário para exibir uma partida de tênis.

Agencia Estado,

23 de novembro de 2004 | 18h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.