Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Da casa

Lifestyle com ênfase na gastronomia, mote da faixa diária que estreia hoje, é o foco do canal para produzir no Brasil

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2013 | 02h09

É tempo de reality show na BBC - BBC HD, bem entendido, canal de entretenimento da grife, que estreia hoje no Brasil uma faixa de quatro horas (17 h às 21 h), de segunda a sexta-feira, baseada no conceito de lifestyle, com ênfase na gastronomia.

Quando aqui se pensa em BBC e logo se associa a sigla ao modelo ideal de TV pública, mal parece que a marca já acumula um sem-número de reality shows como esse que estreou ontem no Fantástico - O Mundo Sem Mulheres - confere? Até porque esse outro conceito de BBC, mais apegado ao entretenimento e distante da sobriedade do canal de notícias, ainda é cena nova aos nossos olhos. A BBC HD, afinal, braço da BBC Worldwide na América Latina e no Caribe, chegou ao Brasil há menos de um ano - em maio passado - e, até a semana passada, era sintonia restrita a uma única operadora de TV paga, a Net. Agora, estende-se ao line up da OiTV e segue negociando espaço nas demais operadoras.

É dentro do conceito de quem faz de toda experiência antropológica um pretexto para formatar reality show - ou para transformar o ordinário em extraordinário, como anuncia em seu briefing oficial - que a BBC HD inaugura sua faixa de modo de vida.

"Para a gente, na BBC, o gênero do lifesteyle é muito importante, a mensagem é que o lifestyle compõe uma parte enorme no acervo da BBC", disse ao Estado o vice-presidente de Programação dos canais BBC Worldwide para América Latina e países hispânicos dos Estados Unidos, Gareth Williams. Em entrevista por telefone, o executivo não se acanhou em endossar a boa fama da marca: "Acreditamos que fazemos umas produções ótimas nessa área. Assim, queremos oferecer ao mercado brasileiro e latino-americano o melhor das produções lifestyle, o melhor da BBC". A ideia, a princípio, é mais centrada em gastronomia por ser o assunto com maior potencial para atingir telespectadores de toda espécie. Mais adiante, admite Williams, os formatos devem invadir outros terrenos, como casa e jardinagem.

Interesse local. Não por acaso, a gastronomia é também o principal foco da BBC para buscar produções nacionais capazes de fazer a emissora cumprir a lei da TV paga, que exige de todo canal pago a exibição de 2h20 semanais - 3h30 a partir de setembro - de cenas brasileiras na faixa nobre, sendo que metade disso deve ser contemplado com produções independentes.

Como não tem sócios locais nem planos de inaugurar estúdio próprio aqui a médio prazo, a BBC busca parceria com produtoras independentes. "Produzir no Brasil é o nosso compromisso, queremos fazer uma série no Brasil, no ano que vem, nessa área de lifestyle", antecipou Williams.

O foco faz todo sentido. Vide o Bem Simples, canal da Fox no País, que cresceu em proporções extraordinárias totalmente focado em modo de vida, com destaque em cozinhas que vão de Palmirinha a Carla Pernambuco.

Em entrevista ao Estado no Rio, há um mês, outro executivo da BBC, Guillermo Sierra, vice-presidente sênior e gerente-geral de canais e serviços de marcas para a América Latina e hispânicos nos Estados Unidos, contou que a BBC HD tem recebido muitas propostas de documentários de produtoras brasileiras. E foi logo avisando que o interesse do canal aqui não é bem esse. "Temos documentários muito bons produzidos pela BBC. Portanto, não é o tipo de segmento que procuramos em outros lugares. Buscamos ideias diferentes."

Gareth Williams revela que já conhece algumas personagens da cena gastronômica do Brasil com quem o canal gostaria de produzir. "Temos nomes interessantes na mesa, estamos avaliando, ainda não posso dizer."

Além dos realitys, a BBC HD põe no ar novas séries de ficção, como Midwife e Blackout (leia ao lado). Na quarta, às 22 h, estreia Bedlam, de teor sobrenatural, em que os moradores de um condomínio de luxo hão de conviver com fantasmas que buscam vingança.

Para compensar tanto drama, o fim de semana propõe conteúdo infantil pré-escolar com a faixa CBeebies (sábado e domingo, das 7 h às 9 h), a partir de sábado, tudo com a chancela da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.