Cunhambebe lista vencedores

Organizado pelo agente literário Stéphane Chao, o prêmio Cunhambebe, dedicado às melhores publicações no País de obras de ficção estrangeiras, divulgou ontem os ganhadores do ano. Em primeiro lugar ficou Dublinesca (Cosac Naify), ambicioso romance do espanhol Enrique Vila, sobre um velho editor prestes a abandonar a profissão e, por isso, celebra o fim de uma época da literatura. Em segundo, classificou-se Tudo Que Tenho Levo Comigo (Com-panhia das Letras), em que Herta Müller concede voz aos inocentes em tempo de guerra. E, em terceiro, História do Cabelo (Cosac Naify), em que Alan Pauls revela suas obsessões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.