Cultura Artística faz 90 anos

A Sociedade de Cultura Artísticacompleta, no dia 14, 90 anos de apoio à cena artísticabrasileira. E programou para este ano de celebrações umatemporada balanceada, que une recitais, música de câmara egrandes orquestras. Sociedade sem fins lucrativos, ao mesmotempo em que capta patrocínio, a Cultura Artística lançou umacampanha publicitária que mostra, segundo seus idealizadores, aimportância e o significado do apoio às artes. A primeira atração será, no início de abril, o pianistarusso Nikolai Luganski. Na seqüência, vão se apresentar em SãoPaulo a Orquestra de Câmara de Lausanne, com solo e regência deChristian Zacharias; o Chamber Ensemble da academia de St.Martin-in-the-Fields; a Orquestra do Século 18, que será regidapor Thomas Zehetmair; o Quarteto de Beethoven di Roma; aOrquestra Filarmônica de São Petersburgo sob regência de YuriTemirkanov e com solos do pianista Alexander Toradze; ameio-soprano Jennifer Larmore; a Orchestra of the Age ofEnlightenment; e a Kremerata Baltica, regida pelo violinistaGidon Kremer. "É uma programação que, como sempre, procura mostrar oque há de melhor e mais atual na cena musical internacional,sempre procurando equilibrar a música sinfônica com a decâmara", diz o superintendente Gérald Perret, que lembra asdificuldades de um ano que começa com a Argentina em crise. "Écomplicado, isto deu e continua dando trabalho, pois osempresários de Buenos Aires têm cancelado algumas atrações eacabamos tendo que bancar sozinhos algumas apresentações." Umconsolo é que os eventos de 11 de setembro não tiveram grandesconseqüências na formatação da temporada de 2002, com exceção dealguns artistas que precisaram ser convencidos a pegar aviõesapós os ataques. Campanha - Desde o início deste ano, a Sociedade deCultura Artística vincula na mídia uma campanha publicitária -criada pela BMarketing - que, mais do que atrair patrocinadores,tem como intenção discutir o patronato das artes no Brasil. "Acampanha visa três públicos: os artistas, a iniciativa privada eo público. Queríamos mexer com a sensação das pessoas perante aarte. Mais do que os 90 anos, a intenção é falar da importânciada arte para um País e um povo ", indica o responsável pelomarketing da sociedade, Francisco Brito. Marca - Uma vez que, desde a sua fundação, enriquecer avida artística brasileira tem sido o objetivo da CulturaArtística, Brito acredita que o empresário que nela investe estáassociando sua marca a um símbolo de qualidade e seriedade."Não se trata apenas de obter benefícios fiscais. Hoje, nada émais precioso a uma empresa que sua marca e é importanteassociá-la a projetos sólidos." Além da receita obtida com os assinantes e com abilheteria, a sociedade tem como fonte financeira a iniciativaprivada. Contrária à idéia de "passar o chapéu", a CulturaArtística terceirizou o serviço de captação de recursos, feitopela BMarketing que, além de vender cotas de patrocínio e apoio,acompanha e orienta o empresário durante o ano todo. Osinteressados em mais informações devem entrar em contato comViviane Wever, pelo telefone (0--11) 3045-4516 ou pelo e-mail bmarketing@uol.com.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.