Cubanos choram a morte do cantor Juan Formell, ganhador do Grammy

Cantando algumas das canções mais populares de sua extensa obra, dezenas de milhares de cubanos entristecidos se reuniram nesta sexta-feira em Havana para prestar homenagem ao falecido diretor da orquestra Los Van Van, Juan Formell, ganhador de dois prêmios Grammy em sua carreira artística.

NELSON ACOSTA, Reuters

02 de maio de 2014 | 20h30

Formell, que criou Los Van Van em 1969, tinha 71 anos e morreu na quinta-feira em Havana em decorrência de problemas hepáticos depois de ser internado durante uma semana em uma clínica da ilha para recuperação.

O corpo do compositor, arranjador e cantor foi cremado e suas cinzas expostas nesta sexta-feira ao público em um teatro no centro de Havana, onde os cubanos compareceram em uma grande manifestação de luto.

"Foi para mim um mestre, um amigo e irmão, e até um pai", disse à Reuters o músico César "Puppy" Pedroso, que tem 69 anos e trabalhou com Formell em Los Van Van durante três décadas e meia.

"Te Traigo", "Muévete", "Tal Vez", "Marilú" e "Aquí se enciende la candela" eram algumas das letras do cantor e compositor que o grupo musical "La Colmenita" interpretava enquanto uma longa fila de cubanos com lágrimas nos olhos dava o último adeus.

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEVANVANMORRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.