Cubano Silvio Rodríguez quer levar cultura às prisões

Cantor e deputado organiza visita de artistas e intelectuais a centro presidiários

Agencia Estado

02 de julho de 2007 | 19h10

O Parlamento cubano aprovou uma proposta do cantor e deputado Silvio Rodríguez para aproximar a cultura das prisões com a visita de artistas e intelectuais às prisões para favorecer a reabilitação dos internos."Sou convicto de que a cultura é um fator determinante na reabilitação dos presos", afirmou Rodríguez na sessão parlamentar que terminou na sexta-feira em Havana, presidida pelo presidente em exercício de Cuba, Raúl Castro.O cantor, um dos fundadores do Movimento da Nova Canção cubana, pediu que seja sistematizada a apresentação para presos de canções, danças, peças, filmes e eventos literários, "mas feita especial ênfase na cultura transmitida de maneira direta"."A iniciativa começa por mim", disse o artista, segundo atas da sessão divulgadas na imprensa local.A iniciativa de Rodríguez foi complementada com a proposta de outra deputada cubana que reivindicou a visita de atletas às prisões. Ambas foram aprovadas por unanimidade.

Tudo o que sabemos sobre:
Silvio Rodríguez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.