Cronenberg e o Chico Xavier de Daniel Filho

Sansão e Dalila

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

21 de abril de 2012 | 03h08

14H55 NA BANDEIRANTES

(Samson & Delilah). EUA, Alemanha, Itália, 1996. Direção de Nicolas Roeg, com Dennis Hopper, Elizabeth Hurley, Eric Thal, Michael Gambon.

Embora não se compare à versão de Cecil B. de Mille, nos anos 1940, esta adaptação do relato bíblico sobre o amor de Sansão e Dalila está longe de ser desprezível. Como todo filme do diretor Roeg - e ex-fotógrafo -, trata da iniciação. Reprise, colorido, 178 min.

Amor à Segunda Vista

21H15 NO SBT

(Two Weeks Notice). EUA, 2002.

Direção de Marc Lawrence, com Hugh Grant, Sandra Bullock, Alicia Witt.

Sandra Bullock faz advogada que se envolve com empresário (Hugh Grant) cujos projetos antes combatia. Comédia romântica com uma 'mensagem'. A personagem de Sandra tem algo a ver com Erin Brockovich, que havia dado o Oscar para Julia Roberts um ano antes. Reprise, colorido, 101 min.

Vale Tudo: Quebrando o Gelo

22H15 NA BANDEIRANTES

(Slap Shot 2: Breaking the Ice). EUA, 2002. Direção de Steve Boyum, com Stephen Baldwin, Jessica Steen,

Gary Busey, David Hemmings.

Milionário compra time de hóquei e contrata treinadora para tentar devolver à equipe decadente seus dias de glória. Não espere grande coisa. O remake do original de 1977 foi direto para o mercado de home entertainment no Brasil. Reprise, colorido, 101 min.

Veja Esta Canção/Drão

22H15 NA CULTURA

Brasil, 1994. Direção de Cacá Diegues.

Depois de exibir várias vezes o filme em episódios que Cacá Diegues fez sobre canções assinadas por grandes nomes da MPB, a emissora começa a desmembrar a produção. E apresenta, como curta, a versão de Drão, de Gilberto Gil, com Pedro Cardoso e Débora Bloch como casal em crise. Reprise, colorido, 31 min.

Os Anos JK

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 1980. Direção de Sílvio Tendler.

Os documentários de Sílvio Tendler registraram bilheterias que hoje seriam inimagináveis até para obras de ficção. Aqui, ele retrata o chamado 'presidente bossa nova', Juscelino Kubitschek, que quis fazer o País avançar 50 anos em cinco. Na sequência, veio Jango, sobre outro presidente, João Goulart, deposto pelo golpe militar de 1964. Reprise, colorido, 110 min.

Ritmo de um Sonho

22H45 NO SBT

(Hustle & Flow ). EUA, 2005. Direção de Craig Brewer, com Terrence Howard, Anthony Anderson, Taryn Manning, Taraji P. Henson.

Dublê de rapper e cafetão, Terrence Howard faz de tudo para mostrar um demo a astro da música que visita sua cidade. Howard foi indicado para o Oscar, mas a Academia deve ter achado o personagem deplorável do ponto de vista ético e preferiu premiar o Denzel Washington de Dia de Treinamento, que também não é boa coisa (mas Denzel é um astro). Howard é espetacular, mas não tem dado sorte na carreira. Talvez porque corresse o risco de diminuir o brilho de Robert Downey Jr., ou porque tenha pedido mais dinheiro, foi deletado de O Homem de Ferro 2, após o sucesso do 1. Reprise, colorido, 106 min.

Golpe de Mestre

23H15 NA CULTURA

(The Sting). EUA, 1973. Direção de George Roy Hill, com Paul Newman, Robert Redford, Robert Shaw, Eileen Brennan, Charles Durning.

Após o western Butch Cassidy, o diretor Hill e os astros Newman e Redford fizeram ainda mais sucesso com essa história de gângsteres, sobre dupla de trapaceiros que aplica golpe num chefão. Vencedor dos Oscars de filme e direção, um regalo. Reprise, colorido, 128 min.

As Vidas de Chico Xavier

23H20 NA GLOBO

Brasil, 2010. Direção de Daniel Filho, com Nelson Xavier, Ângelo Antônio, Matheus Costa, Tony Ramos,

Christiane Torloni, Giulia Gam.

A melhor da onda de produções espíritas que assolou o cinema brasileiro. O diretor Daniel Filho resgata a figura do médium Chico Xavier desde a infância, tomando como fio condutor sua entrevista no lendário progra-ma Pinga Fogo, da TV Cultura. Feito com competência e sentimento, o filme beneficia-se das interpretações do trio que ser reveza no papel (nas diferentes fases da vida de Chico). Repri-se, colorido, 125 min.

Distração Fatal

1H30 NA BANDEIRANTES

(Fatal Instinct). EUA, 1993. Direção

de Carl Reiner, com Armand Assante, Sherilyn Fenn, Sean Young.

Na linha do humor besteirol de Apertem os Cintos, o Piloto Sumiu, o diretor Reiner faz a versão paródica do thriller Instinto Selvagem, à qual soma elementos de Atração Fatal, Corpos Ardentes, etc. Todos têm em comum, como protagonista, a personagem da mulher fatal. Reprise, colorido, 88 min.

TV Paga

Videodrome

22 H NO TELECINE CULT

(Videodreome). Canadá, 1983. Direção de David Cronenberg, com James Woods, Sonja Smits, Deborah Harry.

A mente de Woods funciona como controle remoto de TV, e ameaça explodir. Um dos primeiros filmes de Cronenberg, já investigando o mau funcionamento da mente - tema de Um Método Perigoso, atualmente em cartaz nos cinemas. Reprise, colorido, 90 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.