Crianças fazem arte com chocolate em nova exposição em Londres

O cheiro é a primeira coisa que chamaatenção ao ver o retrato de Marilyn Monroe feito de chocolate econfeitos coloridos pela artista Prudence Staite. E, mesmo depois do nariz se ajustar ao forte aroma que vemda tela de chocolate, os olhos demoram um pouco para focalizaras centenas de confeitos pontilhados que formam uma versãocomestível da tela original de Andy Warhol. A obra faz parte da primeira exposição comestível naGrã-Bretanha, "Smartie Art", montada no Museu da Infância doVictoria & Albert. Há também outros dois quadros de chocolate de Staite quecopiam obras de arte muito conhecidas: "Spotless", dografiteiro inglês Banksy, e "As Banhistas", do pintor francêsdo século 19 Georges Seurat. Outras 11 obras comestíveis menores de Staite incluemesculturas baseadas em desenhos de crianças com quem ela játrabalhou. Feitos com mais de 50 quilos de confeitos coloridos dechocolate, os quadros levaram duas semanas para serem feitos etiveram que ser guardados num estúdio refrigerado. Decorado com flores de papel e mesas e cadeirascor-de-rosa, a sala de exposições lembra mais uma sala de aulaque um museu. Staite é uma das únicas artistas do mundo a trabalhar comalimentos. Ela juntou seu amor pela arte e pela comida há cincoanos, quando não conseguia decidir se queria ser chef ouartista. As crianças que visitam a exposição poderão ouvir Staitefalar sobre a história da arte e da comida, antes de tentaremfazer arte com comida, elas próprias, usando chocolate do museupara criar suas próprias paisagens comestíveis. A exposição "Smartie Art" abriu na sexta-feira no Victoria& Albert Childhood Museum, onde ficará até domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.