Crianças britânicas dizem que TV tem sexo demais

Uma pesquisa com crianças britânicas com idades entre 9 e 12 anos mostrou que para dois terços do público infantil há sexo demais na TV. A sondagem também evidenciou que, do grupo de crianças que julgam terem visto muitas cenas de sexo ultimamente, apenas 36% optaram por parar de assistir a TV. Muitas das crianças ouvidas criticaram abertamente ídolos pop que abusam da nudez para conquistar o público. Britney Spears, Christina Aguilera e Pink foram citadas por várias das crianças pesquisadas. A pesquisa vai servir também como um alerta para pais e responsáveis. Para 66% das crianças, a mídia é uma fonte tão confiável como as mães sobre questões sexuais e de relacionamento. Quanto aos pais, a situação é pior: apenas 34% vêem no pai uma boa fonte de informação sobre estas questões. Feita por encomenda da BBC, Broadcasting Standards Comission e Independent Television Comission, a pesquisa deveria revelar como as crianças interpretam o sexo na mídia. Mas as respostas das crianças foram além do proposto. Uma pesquisadora afirmou que muitas crianças disseram-se embaraçadas para tratar de sexo com os pais. Houve muitas que citaram a imagem do pai escondido atrás do jornal, sem tomar providências com relação que vêem na televisão. As informações são do Ananova.com.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.