Criança vê três horas de TV por dia

Eles são fascinados por tecnologia, discriminam quem não usa roupa de marca, rotulam como nerd um colega que use óculos e os únicos livros lembrados por eles são da série Harry Potter. Ah, e assistem a três horas de TV por dia. De maneira geral, esse é o perfil do jovem que assiste ao canal pago Cartoon Network, em um estudo realizado no ano passado com cerca de 1.300 crianças via site do Cartoon Network e durante um evento promovido pela marca, a Copa Toon.O Cartoon Network tem uma audiência recorde de 30 milhões de page viewers. As crianças, com idade entre 7 e 15 anos, também participaram de pesquisa qualitativa. Elas tiveram de imaginar como seria o quarto ideal, o que levariam em uma viagem e o que diferenciava uma roupa "na moda" de uma roupa "de nerd" - geralmente os mais estudiosos e menos populares nas escolas.Deu no que era esperado: as crianças estão viciadas em uma indústria de consumo amparada pela mídia audiovisual e um possível amigo só é interessante dependendo do que ele tem ou aparenta.O verbo mais conjugado por essa geração é comprar. Existem, é claro, diferenças entre meninas e meninos: eles são apaixonados por tecnologia, desejam ter computador, TV de tela plana, I Pac, IPod e celular - quase 80% dessas crianças, pertencentes às classes A e B, possuem um aparelho. Gostam de esporte, jogos que podem ser baixados via celular, computador ou outros meios, e raras vezes almoçam ou jantam com a família.As meninas são mais interativas e estudiosas, mas, para elas, o protótipo da feia é a menina de cabelos curtos e lisos, que anda de bermuda e camiseta. Gente assim é tachada de "loser", mau perdedor. Não foi à toa que a cantora Avril Lavigne mudou o figurino e está loiríssima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.