Crescimento faz Hugo Boss elevar metas

A grife Hugo Boss, que possui 15 lojas no Brasil, entre elas uma Global Shop, que vende todas as marcas do grupo, informou hoje que aumentou a previsão de lucros para este ano. A medida da empresa veio depois de contabilizar aumento das vendas e dos lucros antes dos impostos no primeiro semestre.Entre janeiro e julho deste ano, as vendas do grupo cresceram 25%, para 521 milhões de euros (US$ 457,66 milhões), enquanto o lucro antes dos impostos atingiu 53,2 milhões de euros (US$ 46 73 milhões). No mesmo período do ano passado, as vendas foram de 417 milhões de euros e o ganho antes dos impostos foi de 43,6 milhões de euros.Agora, a expectativa da empresa é de que as vendas cresçam 18% em 2001, para 1,09 bilhão de euros, enquanto no ano passado este número chegou a 923 milhões de euros. O lucro líquido deve aumentar em 14%, para 113 milhões de euros, ante 99,1 milhões de euros em 2000. Anteriormente, a empresa esperava que as vendas deste ano fossem crescer 16%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.