Cozinha libanesa de raiz no Ammoul

O Ammoul começa realmente muito bem com sua cozinha artesanal, fiel às origens, com pratos típicos da aldeia libanesa de seu chefe, Ziad Saleh. Algumas das receitas não se parecem muito com as feitas por outros restaurantes árabes de São Paulo, mas todas as provadas eram mesmo de primeira. Ziad Saleh é de Herry, uma vila perto de Trípoli, no norte do Líbano, com praias que ele diz serem parecidas com as brasileiras - de areia macia e não de pedriscos. Ele veio para o Brasil em agosto do ano passado e se juntou à sua amiga Icbal Yamout, também de Trípoli, para fundar o Ammoul, que em árabe significa "pequena esperança". O restaurante é arejado, simples e dá a impressão de ser bem cuidado. Na frente, um pequeno terraço com algumas mesas dando para a rua. Depois de portas grandes de vidro, há um salão retangular com paredes num tom agradável de amarelo, um bar ao lado e um pequeno ambiente ao ar livre ao fundo. Nas paredes, um grande espelho e belas fotos do Líbano, em branco e preto. O cardápio propõe os pratos tradicionais da cozinha libanesa conhecida em São Paulo e alguns pratos originais, entre os quais a esfiha lamajn, típica da região do chefe. Do menu constam 4 pratos frios entre R$ 8,90 (a coalhada seca) e R$ 12 ( o quibe cru); 4 saladas entre R$ 5 (iogurte fresco com pepino, alho e hortelã) e R$ 11 (fatuch, uma salada de legumes e verduras, com pão árabe frito); 13 pratos quentes entre R$ 1,40 (a esfiha aberta) e R$ 15,90 (chawarma de filé mignon com especiarias importadas) e 5 grelhados entre R$ 10,90 (porção pequena) e R$ 15,90 (normal) de kafta e R$ 15,90 (porção pequena) e R$ 23,90 (porção normal) de michui de cordeiro). Nos dias de semana, a casa propõe várias combinações de vários pratos entre R$ 19,90 e R$ 69 - deste valor é o mesa Ammoul, que compreende quatro esfihas de carne, quatro esfihas de espinafre, quatro quibes fritos, hommos, coalhada seca, babaganuche, quibe cru, tabule, salada de rúcula, duas esfihas lamajin e seis bolinhos de falafel). Entre as sobremesas, a casa serve os doces importados do Líbano da marca Hallab, de grande tradição no Líbano. Para quem quiser, o narguilé árabe com dois tipos de fumo para terminar o jantar (fumo doce, R$ 20 e fumo persa, R$ 35). Os pães feitos lá mesmo já demonstraram a classe da casa. Pães árabes pequenos e estufados, como se fossem pastéis, deliciosos e macios.Ammoul - Alameda dos Arapanés539, Moema. Tel.: 5051-1662.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.