Covas anuncia reforço de R$ 9 milhões para Cultura

O governador Mário Covas anunciou hoje pela manhã um investimento de R$ 9 milhões em cinco áreas culturais. Os recursos são extraordinários - ou seja, não estavam previstos no orçamento de 2000. Segundo o governo, a escolha dos projetos deu-se entre solicitações enviadas à Secretaria de Estado da Cultura por artistas e produtores culturais.Segundo o secretário de Estado da Cultura, Marcos Mendonça, o governador alocou recursos de outras áreas, assim como do excesso de arrecadação e da venda e privatização de empresas estatais, para reforçar algumas áreas do governo. Covas garantiu ainda que vai destinar outros R$ 10 milhões extras, nos próximos dois anos, para a área cultural.O orçamento deste ano da Secretaria de Estado da Cultura é de R$ 62 milhões. Os R$ 9 milhões representam um reforço considerável nos investimentos de Mendonça. "Alguns projetos a gente desenvolvia com muito mais timidez", comemorou o secretário.Com a verba adicional, o teatro receberá R$ 2,7 milhões. A dança, R$ 800 mil. As artes plásticas terão R$ 1 milhão, destinado especificamente a ampliação do acervo da Pinacoteca do Estado. O cinema receberá R$ 3 milhões. A música popular brasileira, R$ 1 milhão dos R$ 1,5 milhão destinado à programação do Memorial da América Latina.O reforço do acervo da Pinacoteca com R$ 1 milhão será decidido por uma comissão formada por especialistas como Paulo Mendes da Rocha, José Roberto Teixeira Leite e Carlos Lemos. Serão adquiridas obras em diversos suportes: gravuras, esculturas, desenho e pintura.Dos R$ 800 mil para a dança, R$ 630 mil irão especificamente para pesquisa e montagem de espetáculos. Além disso, o setor receberá 15 bolsas individuais de pesquisas para jovens bailarinos e coreógrafos, no valor total de R$ 69.800,00. O projeto Verão Dança receberá R$ 30.200,00 e a Mostra de Dança do Estado outros R$ 70 mil.Na área teatral, 26 projetos receberão subsídios. A Semana Plínio Marcos, que prevê leituras dramáticas e encenações receberá R$ 150 mil. O Prêmio Flávio Rangel, existente desde 1997, vai dispor de R$ 1,2 milhão para montagens de espetáculos inéditos adultos e infanto-juvenis. A Caravana Paulista de Teatro receberá R$ 650 mil para levar 25 produções ao interior do Estado.O Programa de Integração Cinema-TV (o Pic-TV) receberá R$ 30 milhões para a realização e finalização de 20 longas-metragens. O programa já ajudou a produzir 35 filmes desde sua instauração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.